Wireless USB

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Wireless USB, também conhecido popularmente como USB sem fio (ou ainda por vezes WUSB), é uma tecnologia que promete suceder a tecnologia USB atual, simplesmente com a eliminação dos cabos e fios.

Introdução[editar | editar código-fonte]

Atualmente, as tecnologias wireless estão tornando-se mais e mais capazes e tendo seu custo reduzido. A tecnologia de rádio Ultra-Wide-Band (UWB), em particular, tem as características que combinam como uso tradicional do USB muito bem. UWB suporta a largura banda elevada (480Mb/s) mas somente em alcance limitado (até 3 metros). Aplicar esta tecnologia wireless ao USB livra o usuário de preocupar-se sobre cabos; onde os encontrar, onde pilotar, como os amarrar para não tropeçar neles, como os arranjar para não parecer uma bagunça e etc. Faz a USB ainda mais fácil de usar.

Naturalmente, perdendo o cabo, significa também perder uma fonte de energia para os periféricos. Para dispositivos com energia própria isso não é um problema, mas para dispositivos portáteis, energizados pelo barramento, o USB wireless apresenta alguns desafios onde soluções inovadoras serão necessárias para se adequar às necessidades dos usuários.

O USB (wired ou wireless) continua a ser a resposta a conectividade para a arquitetura do PC. É uma interface rápida, bidirecional, de baixo custo, que é consistente com as exigências da plataforma do PC de hoje e amanhã.

Visão geral da arquitetura[editar | editar código-fonte]

Este capítulo apresenta uma vista geral dos conceitos da arquitetura USB. O USB wireless é um barramento que permite a troca de dados entre um dispositivo host (tipicamente um PC) e uma escala larga de periféricos simultaneamente. Os periféricos compartilham a banda através de um protocolo baseado em TDMA ( Time Division Multiple Access ). O barramento permite que periféricos sejam conectados, configurados, usados, e desconectados enquanto o host e outros periféricos estiverem em operação. As definições da segurança são fornecidas para assegurar associações seguras entre host e dispositivos, e para assegurar uma comunicação confidencial.

Topologia[editar | editar código-fonte]

O Wireless USB conecta dispositivos de USB com o host usando um modelo ‘hub and spoke’. O host wireless do USB é o “hub”no centro, e cada dispositivo é a extremidade de um”spoke”. Cada “spoke” é uma conexão ponto-a ponto entre o host e o dispositivo. Desse modo os hosts wireless USB podem suportar até 127 dispositivos

Protocolo[editar | editar código-fonte]

Logicamente, o USB wireless é um protocolo baseado em TDMA, similar ao USB wired. O controlador do host inicia todas as transferências de dados. Como o USB wired, cada transferência consiste logicamente em três pacotes: token, dados, e handshake. Entretanto, para aumentar a eficiência do uso da camada física eliminando transições caras entre a emissão e a recepção, os hosts combinam a informação de token múltipla em um único pacote. Nesse pacote, o host indica o tempo específico que os dispositivos apropriados devem aguardar até escutar um pacote de dados OUT, ou transmite um pacote de dados IN ou um handshake.