Workhouse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antiga workhouse de 1780 em Nantwich.

Na história britânica, uma workhouse era um lugar onde as pessoas pobres que não tinham com que subsistir podiam ir viver e trabalhar. O exemplo mais antigo de workhouse data de 1652 em Exeter, embora existam provas escritas da presença de instituições similares anteriores a essa data. Alguns documentos escritos referem uma workhouse em Abingdon por volta de 1631.[1]

Embora um pequeno número de workhouses tenha sido estabelecido em outros países da Europa, o sistema era quase exclusivamente britânico. Os Países Baixos, por exemplo, tinham três grandes workhouses para todo o país,[2] enquanto o condado inglês de Cheshire tinha 31 em 1777.[3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Fowler, Simon (2008), Workhouse: The People: The Places: The Life Behind Closed Doors, The National Archives, ISBN 978-1-905615-28-5 
  • Fraser, Derek (2009), The Evolution of the British Welfare State (4 ed.), Palgrave Macmillan, ISBN 978-0-230-22466-7 
  • Gibson, Colin (1993), Dissolving Wedlock, Routledge, ISBN 978-0-415-03226-1 
  • Higginbotham, Peter (2006), Workhouses of the North, Tempus, ISBN 0-7524-4001-2 
  • Longmate, Norman (2003), The Workhouse, Pimlico, ISBN 978-0-712606-37-0 
  • Crowther, A. C. (1981), The Workhouse System 1834–1929: The History of an English Social Institution, Batsford Academic and Educational, ISBN 0-7134-3671-9 
  • May, Trevor (1987), An Economic and Social History of Britain 1760–1970, Longman Group, ISBN 0-582-35281-9 
  • Means, Robin; Smith, Randall (1985), The Development of Welfare Services for Elderly People, Routledge, ISBN 0-7099-3531-5 

Referências

  1. Higginbotham, Peter, Introduction, The Workhouse Web Site, http://www.workhouses.org.uk/intro/, visitado em 9 April 2010 
  2. Higginbotham, Peter, The Workhouse Outside Britain, The Workhouse Web Site, http://users.ox.ac.uk/~peter/workhouse/world/, visitado em 10 April 2010 
  3. Fowler 2008, p. 47