World of Warcraft: Cataclysm

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
World of Warcraft: Cataclysm
Desenvolvedora Blizzard Entertainment
Publicadora(s) Activision Blizzard
Distribuidora Activision Blizzard
Plataforma(s) Mac OS X, Windows
Série Warcraft
Data(s) de lançamento 7 de Dezembro, 2010
Gênero(s) MMORPG
Modos de jogo Online
Número de jogadores 11,5 milhões
Classificação Inadequado para menores de 13 anos i ESRB (América do Norte)
Inadequado para menores de 12 anos i PEGI (Europa)
Inadequado para menores de 12 anos i DEJUS (Brasil)
Mídia DVD e Transferência Online
Requisitos mínimos [1]
Mínimo Recomendado
SO Windows XP (Service Pack 3), Windows Vista e Windows 7.
CPU Intel Pentium® 4 1.3 GHz ou AMD Athlon XP 1500+. Processador Dual-core, como por exemplo o Intel Pentium D ou AMD Athlon 64 X2.
Memória 1GB. 2GB ou superior.
Vídeo NVIDIA GeForce FX ou ATI Radeon 9500. Placa 256 MB NVIDIA GeForce 8600 ou ATI Radeon HD 2600, ou superior.
Som Placa de som compatível com DirectX ou placa de som onboard.
Disco Rígido 25GB.
Controles Teclado, mouse
Idioma Inglês, Espanhol e Português (Brasil).
Hardware
Versão 4.3.0(15050) (presente)
Último
Último
World of Warcraft: Wrath of the Lich King
World of Warcraft: Mists of Pandaria
Próximo
Próximo

World of Warcraft: Cataclysm é a terceira expansão para o jogo de MMORPG, World of Warcraft, na sequência da última expansão Wrath of the Lich King. Foi oficialmente anunciada na BlizzCon em 21 de agosto de 2009. Depois de muitos rumores e especulações, a Blizzard anunciou oficialmente a data de lançamento de 7 de dezembro de 2010.

Antes de Cataclysm ser anunciado como o título oficial da expansão, era conhecido internamente como World of Warcraft: Worldbreaker.

Logo após o anúncio da data de lançamento, em 5 de outubro, a Blizzard implementou a reforma dos sistemas de jogo com ("Patch 4.0.1"), incluindo novas possiblidades para as classes, alteração das profissões, remoção de status, e revisão das artes.

Recordes[editar | editar código-fonte]

A expansão, vendeu 4,7 milhões de cópias em um mês. De acordo com a Blizzard, produtora do game, trata-se do novo recorde de vendas em um mês para um jogo de PC. "Cataclysm" já havia sido consagrado o game para computador com a comercialização mais rápida da história: 3,3 milhões de cópias nas primeiras 24 horas, superando a versão anterior de WoW, que detinham o recorde. Anunciado no dia 10 de Janeiro de 2011.[2]

Anúncio e Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2010, em uma conferência com investidores da Activision Blizzard, Mike Morhaime CEO da Blizzard revelou que Cataclysm seria lançado no mesmo ano.

Em 3 maio de 2010, foi oficialmente confirmado para o grupo de testes Alpha que o processo de teste para Cataclysm tinha começado, alimentando especulações de que o alfa mais aberta teria início nos próximos meses. Apesar do acordo de não-divulgação (NDA), grande parte do início do jogo foi divulgado por diversas fontes depois que o cliente foi distribuído por toda a Internet alguns dias depois do início da fase de testes. Em 11 de maio de 2010, verificou-se que a Blizzard tinha solicitado que pelo menos um desses sites retira-se qualquer conteúdo alpha até que o acabasse.

Em 30 de junho de 2010, Cataclysm entrou na fase de testes beta fechada, o envio de convites foi feito para os jogadores que se inscreveram através da sua conta Battle.net. O CEO da Activision, Bobby Kotick, através de um webcast, confirmou que a expansão Cataclysm seria lançado nas prateleiras das lojas até o final do ano.

Em agosto de 2010, a Blizzard anunciou o World of Warcraft: Cataclysm Collector's Edition.

Em 7 de setembro (8 na Europa) foram lançadas as primeiras missões pré-Cataclysm nos servidores, e alguns dias depois, Patch 4.0.1 foi lançado para o teste público, indicando que a data de lançamento seria em um futuro não muito distante.

Em 30 de setembro, notícia do site MMO-Champion estimou que o jogo teria como data de lançamento 7 de dezembro de 2010 com base na mineração de dados, que revelou o início da próxima temporada de Arena. O GameSpot informou que a Amazon.com enviou notificação aos clientes que tinham feito pré-compra da Edição de Colecionador que a estimativa de data de chegada seria entre 4 janeiro e 18 janeiro de 2011. Pouco depois de outros sites como o Kotaku publicou cópias das notificações enviadas para os clientes da Amazon e postou em seu site marcando a data de lançamento em 5 de janeiro de 2011. A Amazon.com nos últimos dois expansões superestimou a data de lançamento do jogo para dar suas vendas uma reserva de segurança.

Em 4 de outubro de 2010, no auge da especulação em torno da data de lançamento, a Blizzard anunciou oficialmente o lançamento de Cataclysm para 7 dezembro de 2010. A expansão estará disponível como Edição Regular, Edição de Colecionador e como um novo download digital na Loja Online da Blizzard. A versão digital do jogo foi disponibilizado para pré-compra através da Battle.net, e dá aos jogadores a oportunidade de jogar o novo pacote de expansão no momento em que os servidores voltarem ao (às 12:01 am PST, 7 de dezembro).

História[editar | editar código-fonte]

A trama central da expansão é o retorno do aspecto maligno dragão Deathwing, o Destruidor (originalmente Neltharion, o Carcereiro da Terra). Visto pela última vez em Warcraft II. Deathwing passou esse tempo se curando e traçando o seu regresso a partir do plano elemental do Deepholm. Os efeitos de seu retorno através da barreira dimensional de Azeroth causou um cataclisma arrebatador que remodelou grande parte da superfície do mundo. No meio da catástrofe mundial tem conflito renovado entre a Aliança e a Horda que agora está sob o domínio do guerreiro Garrosh Hellscream.

Na esteira da ascensão Deathwing, Azeroth foi transformada: áreas que tinham uma floresta exuberante foram reduzidos a cinzas, enquanto ambientes que eram desertos sofreram uma mudança semelhante mas inversa com crescimento de novas áreas verdes. Da mesma forma, a Aliança tem empurrado para a Barrens e destruiu Camp Taurajo, enquanto o próprio Barrens foi dividido em duas partes por uma fissura vulcânica.

Mudanças no Design[editar | editar código-fonte]

Uma das principais características do Cataclysm é o redesenho de Eastern Kingdoms e Kalimdor áreas introduzidas com o lançamento de World of Warcraft em 2004, enquanto que o design do jogo anterior não permitia o uso de áreas em montarias voadoras no 'velho mundo' , essas áreas foram completamente redesenhadas com mente no vôo.

Grandes mudanças estão sendo trazidas para estas zonas. Cada facção terá um processo mais simples de nivelamento, como todas novas missões, incorporarndo e atualizando a jogabilidade e a mecânica que foram alteradas ou redesenhada desde o lançamento do jogo.

Junto com a reformulação de cada zona, cada raça terá sua respectiva área própria de partida, onde os jogadores irão fazer uma série de missões em cadeia que vai trazê-los até o nível 5-6, antes de enviá-los para fora da pequena área.

Cada zona terá também a sua própria história, através de uma série de missões para manter o jogador interessado. Cada uma das zonas que são de uma facção específica, no entanto, vai atender apenas aos da facção que controla a zona. Zonas neutras terá misões baseadas em PvP (Player-versus-Player), fazendo o jogador competir contra a facção adversária (Horda contra Aliança, e vice-versa) para alcançar a meta desejada de sua facção. Esta característica torna o uso de escalonamento, que foi implementado na expansão Wrath of the Lich King.

Novos Recursos[editar | editar código-fonte]

  • Nível máximo elevado de 80 para 85
  • Os jogadores serão capazes de usar montarias voadoras em zonas do mundo antigo de Azeroth (montarias voadoras antes restritas às zonas de Northrend e Outland devido às limitações de design
  • Reestruturação e atualização de zonas dentro de Kalimdor e Eastern Kingdoms
  • Novas cidades e cerca de 3500 novas missões
  • Reestruturação de missões de níveis baixo e médio para acompanhar a atualização das zonas
  • Sete novas dungeons: Blackrock Caverns, Throne of the Tides, Stonecore, Vortex Pinnacle, Lost City of the Tol'vir, Halls of Origination, e Grim Batol, todas disponíveis nos modos normal e heróico no nível 85
  • Três novas raids: The Bastion of Twilight, Blackwing Descent e Throne of the Four Winds, além de Tol Barad Prison após a conclusão zona de PvP (para ser lançado com patches mais recentes)
  • Duas dungeons lançadas anteriormente, Deadmines e Shadowfang. Será adicionado um modo Heróico o nível 85 dos jogadores.
  • Novos campos de batalha e uma nova zona PvP, Tol-dûr (semelhante à Wintergrasp introduzido em Wrath of the Lich King)
  • Uma nova habilidade secundária: Arqueologia
  • Uma revisão do sistema de Glyph com três tipos de Glyphs: Primário, Major e Minor. Além disso, Glyphs são ensinados como um feitiço e pode ser mudada sem a compra de glifos adicionais. No entanto, você vai precisar de um novo material chamado "Vanishing Powder" para substituir Glyphs existentes por novos.
  • Um sistema de batalha nominal, juntamente com novas recompensas associadas
  • Novas zonas de acesso, incluindo Uldum, Deepholm, a cidade submersa de Vash'jir, as Twilight Highlands e Monte Hyjal (que anteriormente era apenas uma raid em Caverns of Time)
  • Duas novas raças jogáveis, Goblins e Worgen
  • Além da nova raça/combinações de classe (Tauren podem agora ser Paladinos, Gnomos padres, Undeads podem ser caçadores, etc)
  • Introdução de novos status com Mastery, que irão reforçar certas habilidades (ativa e passiva), dependendo da classe do jogador e especialização dos talentos
  • Alterações na mecânica de classe, incluindo a abolição do uso de munições para Hunters e soulstones para warlocks, a consolidação dos totens e buffs, a adição de Holy Power para paladinos, um eclipse mecânico para Druids, a normalização Rage, mudanças no sistema de runas, a mudança de mana para focus para Hunters, e bônus racial;
  • Warlocks e Hunters agora podem ter um pet no nível 1, sem a necessidade de fazer uma missão.Warlocks também possui pet no level 1(Imp) já os Hunters podem ter um animal de acordo com sua raça (um urso Anões, Humanos um lobo, Undead uma aranha, etc)
  • Reformulação do sistema de stats, removendo stats como mana por 5 segundos (MP5), a penetração da armadura e avaliação da defesa e integrá-los de outras formas, como talentos ou o novo stat Mastery.
  • Grandes mudanças para as cidades de Stormwind e Orgrimmar, com pequenas mudanças nas outras
  • Novas áreas de partida para Trolls e Gnomos nos níveis 1-5
  • Ao contrário do sistema atual, em que o talento de um jogador aprende seu primeiro ponto de talento no nível 10 e é capaz de colocar esse ponto em qualquer ponto subsequente que escolher, no Cataclysm, no nível 10, o jogador deve escolher uma especialização de talento (spec) e só gastar os pontos em nesta "árvore" até que tenham atingido 31 pontos. Uma vez que 31 pontos foram gastos, é capaz de usar o resto do seu total de pontos obtidos em qualquer uma das três árvores. Quando o jogador escolhe uma especialização no nível 10, ganha uma habilidade ativa importante, e 2-3 habilidades passivas. Isso foi feito, a fim de fazer os jogadores se sentem como se estivessem realmente especializado em uma árvore de talentos específicos, logo que eles são capazes de escolher um, e não em níveis mais altos, onde os pontos suficientes tenham sido colocados na árvore de sua escolha.
  • Suporte experimental para DirectX 11 através da linha de comando.
  • Novo ataque e sistemas de moeda PvP

Muitas dessas mudançasforam postas em vigor a partir de Patch 4.0.1, que acrescentou todos os novos sistemas (novos talentos, o sistema de glifos, as mudanças ortográfica, as mudanças de recursos, animais de estimação no nível 1, a remoção das stats de artigos e do jogo , Maestrey e outros). Uma das características anunciadas anteriormente, chamado de "Path of the Titans", foi posteriormente retirado do lançamento de Cataclysm por razões desconhecidas. Path of the Titans era para ser um método "alternativo" do avanço do personagem após a chegada ao nível de 85. O sistema teria permitido um jogador a continuar a reforçar as suas capacidades e talentos existentes.

Gráfico das combinações Raça e classes[editar | editar código-fonte]

Gráfico de classes do Cataclysm [3]
Death Knight Druid Hunter Mage Paladin Priest Rogue Shaman Warlock Warrior
Alliance Draenei Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim
Alliance Dwarf Sim Sim Novo Sim Sim Sim Novo Sim
Alliance Gnome Sim Sim Novo Sim Sim Sim
Alliance Human Sim Novo Sim Sim Sim Sim Sim Sim
Alliance Night elf Sim Sim Sim Novo Sim Sim Sim
Alliance Worgen Novo Novo Novo Novo Novo Novo Novo Novo

Horde Blood elf Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Novo
Horde Undead Sim Novo Sim Sim Sim Sim Sim
Horde Goblin Novo Novo Novo Novo Novo Novo Novo Novo
Horde Orc Sim Sim Novo Sim Sim Sim Sim
Horde Tauren Sim Sim Sim Novo Novo Sim Sim
Horde Troll Sim Novo Sim Sim Sim Sim Sim Sim

Personagens em destaque[editar | editar código-fonte]

Entre as muitas personagens confirmadas a terem um papel de destaque na história e nesta expansão do Cataclysm estão:

  • Deathwing, anteriormente como o Neltharion o Earth-Warder, confirmado como o vilão principal da expansão.
  • Thrall, que abandona o comando da Horde.
  • Garrosh Hellscream, novo líder da Horde.
  • Varian Wrynn, é quem vai continuar a liderar a Alliance após o Cataclysm.
  • Malfurion Stormrage, que retorna para evitar Mount Hyjal de ser destruído.
  • Brann Bronzebeard, com os seus velhos truques como o líder da expedição para a região Uldum recém-descoberto.
  • Genn Greymane, o Rei de Gilneas, que ajuda administrar uma cura ao seu povo, os worgen agora transformado pela maldição.
  • Liam Greymane, Filho de Genn Greymane que se sacrifica para salvar Gilneas City.
  • Trade Prince Gallawix, o rei (líder opcional) de Kezan.
  • Nefarian, também conhecido por Blackwing/Victor Nefarius, filho de Deathwing, que sobreviveu e se retirou para as profundezas de Blackrock Spire.
  • Ragnaros, que permanece vivo para desafiar o mundo em Mount Hyjal, e mais tarde no seu próprio elemental fire plane.
  • O culto Twilight Hammer tem um maior papel nesta nova expansão; os seus minions estão revelando trabalhar para Deathwing.

Kalimdor[editar | editar código-fonte]

  • Território Contestado Mount Hyjal (80-82)
  • Território Contestado Uldum (83-84)

Eastern Kingdoms[editar | editar código-fonte]

  • Território da Alliance Gilneas (1-15)
  • Território Contestado Twilight Highlands (84-85)
  • Território Contestado Tol Barad (85) (Zona Outdoor de PvP)
  • Território Contestado Deathwing Scar (Entrada para Deepholm)

The Great Sea[editar | editar código-fonte]

  • Território da Horde Lost Isles (6?-15)
  • Território Contestado Sunken City of Vashj'ir (78-82)

South Seas -Horde territory (7-12)[editar | editar código-fonte]

  • Território da Horde Kezan (1-5)

Elemental Plane[editar | editar código-fonte]

  • Território Contestado Deepholm (82-84)

Novidades em PvP[editar | editar código-fonte]

Battlegrounds[editar | editar código-fonte]

Battle of Gilneas será uma nova battleground no qual você ganha o controle da cidade, ao tomar o controle de mais distritos da cidade que o adversário.

As battlegrounds nesta expansão serão pontuadas (rated), como as arenas, e proporcionará as mesmas recompensas como as arenas.

Arenas[editar | editar código-fonte]

Estão sendo planejadas novas arenas para esta expansão.

Zona de PvP[editar | editar código-fonte]

Tol Barad será uma nova zona outdoor de PvP muita parecida com Wintergrasp. Mas ao contrário de Wintergrasp, Tol Barad será também o centro principal das quests diárias em toda a expansão. Ao tomar o controlo da Tol Barad Prison, os jogadores terão acesso a adicionais quests muito rentáveis.

Esquemas maliciosos[editar | editar código-fonte]

Um blogueiro descobriu[4] múltiplas trademarkings pertencentes a Blizzard sob o nome de cataclismo. A notícia tem, desde então, espalhou-se pelo WOW.com[5] , e outros.[6]

Antes do anúncio da expansão, milhares de jogadores tinha recebido e-mails convidando-os a aderir a um "teste alfa", como scammers estão de olho para capitalizar sobre os rumores antes do anúncio.[7]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]