Xangô no Xambá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Xangô no Xambá - Orixá da justiça, dos raios, das pedras e do trovão. Em lenda africana é o rei de Kòso (terra), historicamente foi o terceiro Aláàfin Òyó - Rei de Oyó (cidade dos iorubas). Possuia três esposas: Oyá, Oxum e Obá.

É um orixá viril e atrevido, violento e justiceiro, castiga os mentirosos, os ladrões e os malfeitores. Os filhos desse orixá tem como característica serem voluntariosos e enérgico, altivos e conscientes de sua importância real.

Na Nação Xambá a primeira grande obrigação do ano é o Amalá de Xangô. Balaneim e Aguanguá são qualidades de Xangôs cultuados na Casa de Xambá.

  • mês desse orixá é junho.
  • dia da semana é domingo.
  • cor vermelho e branco.
  • guia e roupa vermelha e branca.
  • Saudação Kaô Kabecilé.
  • Ferramenta: adamaxê (machado duplo).