Xerox

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Xerox Corporation
Xerox Logo.svg
Slogan The Document Company
Tipo Pública (NYSE:XRX)
Fundação 1906 em Rochester, N.Y., como The Haloid Company
Sede Stamford, Connecticut
Pessoas-chave Anne M. Mulcahy
Empregados 130,000(2010)
Produtos Hardware
Página oficial www.xerox.com

Xerox Corporation é uma empresa americana baseada em Stamford (Connecticut) que atua no setor de tecnologia da informação e documentação. É mundialmente conhecida como a inventora da fotocopiadora, embora também desenvolva e fabrique outros produtos, como impressoras.

História[editar | editar código-fonte]

Foi no final dos anos 1940 que uma pequena fábrica de produtos fotográficos de Rochester chamada Haloid decide aproveitar a invenção feita 10 anos antes por Chester Carlson, a xerografia. O projeto da primeira fotocopiadora, o XeroX Model A, e o sucesso dos modelos seguintes levaram a companhia a trocar seu nome em 1958 para Haloid Xerox, e em 1961, tornando-se simplesmente Xerox. O último X de Xerox foi acrescentado para dar ao nome um aspecto similar ao de outra famosa empresa de Rochester, a Kodak.

O desenvolvimento de Xerox origina-se assim do uso da patente de reprodução xerográfica (ou xerocópia), permitindo a fotocópia de documentos em papel ordinário. Essa patente dava à empresa o direito exclusivo do procedimento durante vinte anos, mas ela se organizou de maneira a sobreviver além desse período.

A Xerox consagrou, por essa razão, muito tempo e dinheiro à diversificação e à inovação, apesar de nem sempre saber como rentabilizar suas aquisições (Scientific Data Systems, transformada em Xerox Data Systems), nem comercializar suas invenções.

PARC[editar | editar código-fonte]

Na década de 1970, o centro de pesquisas Xerox em Palo Alto - o Xerox PARC (Xerox Palo Alto Research Center) - inventa a interface gráfica moderna, os ícones e o revolucionario mouse. Essas ideias serão aproveitadas em máquinas experimentais como o Alto, e mais tarde comercializadas como o Star. Mas estas máquinas revolucionárias são muito caras e lentas demais com as tecnologias e custos da época.

Alguns anos mais tarde, o sistema é apresentado a Steve Jobs, que viera visitar o laboratório. Jobs fez os engenheiros da Apple Inc. melhorarem o conceito, e eles acabaram projetando um modelo duas vezes mais barato que o Star, batizado Lisa. Depois, em 1984, os engenheiros da Apple dividem os custos pela metade mais uma vez e apresentam o Macintosh, que vem salvar o prestígio da Apple do fracasso comercial do Apple III.

Xerox não ousa atacar a Apple Inc. na justiça por violação de propriedade intelectual, o que não impede a Apple de atacar a Digital Research na justiça, que realizara uma cópia idêntica da interface para o PC: Digital Research é obrigada pela justiça e degradar sua interface até torná-la inutilizável. Alguns anos mais tarde, a Apple faria um processo similar contra a Microsoft pelo Windows 3.0 e, principalmente, Windows 3.1, mas a opinião dos juízes sobre a propriedade das ideias de interface (e não do código que a implementa) mudou consideravelmante, e a Apple não ganharia a causa.

Xerox como verbo e substantivo comum[editar | editar código-fonte]

A marca Xerox ficou tão associada à ideia de fotocópia que é comum o uso da palavra xerox como sinônimo de máquina fotocopiadora ou como verbo significando fazer uma fotocópia, nos Estados Unidos. Também é comum, no Brasil, o uso da palavra xerox ou xérox como sinônimo de máquina fotocopiadora ou de fotocópia, assim como o uso do verbo xerocar como sinônimo de fazer uma fotocópia.

Entretanto, a empresa não endossa o uso da palavra xerox nesses casos[1] . A principal preocupação é que a palavra se torne uma marca genérica, acarretando riscos relativos aos direitos sobre a marca.

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Em 2008 a empresa contava com 57 100 empregados.

Em junho 2002, a empresa confessou ter manipulado sua contabilidade em US$ 1,9 bilhões, principalmente na América Latina. Essas declarações causaram uma queda importante na bolsa de valores de Nova Iorque, amplificada pelas recomendações de venda da Merrill Lynch.

A imprensa comparou este episódio ocorrido com Xerox com o de duas outras empresas, a Enron, que faliu após manipulações contábeis em parceria com a Arthur Andersen, e WorldCom.

Em 2006 a empresa começa a investir no futebol brasileiro, sendo o patrocinador do uniforme do Cruzeiro. Em 2007 o patrocínio foi trocado pelo da Tenda, empresa construtora de casas.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Xerox

Referências

  1. Online Fact Book: Overview. Visitado em 6 de setembro de 2007.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]