Xi Ursae Majoris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Xi Ursae Majoris
Dados observacionais (J2000)
Constelação Ursa Maior
Asc. reta 11h 18m 11,0s
Declinação +31° 31′ 45″
Características
Tipo espectral G0 Ve/G0 Ve
Cor (U-B) 0,59
Cor (B-V) 0,04
Variabilidade LC
Astrometria
Velocidade radial -15
Mov. próprio (AR) -429
Mov. próprio (DEC) -587
Paralaxe 119,51 ± 0,79
Magnitude absoluta 4,71/5,23
Detalhes
Massa 1,05/0.90 M
Raio 700 R
Temperatura ~5 900 K
Rotação 59,84
Idade 109 anos
Outras denominações
Alula Australis, ξ UMa, 53 UMa, Gl 423, HR 4374/4375, BD +32°2132, HD 98230/98231, LHS 2390/2391, LTT 13045, GCTP 2625.00, SAO 62484, LFT 790, ADS 8119, CCDM 11182+3132, Σ 1523, HIP 55203.
[[Imagem:|250px|]]

Xi Ursae Majoris (ξ UMa / ξ Ursae Majoris) é um sistema estelar na constelação Ursa Maior. Possui o nome próprio de Alula Australis (antigamente Alula australis[1] , e por vezes chamada incorretamente de Alula Australe[2] significando "a estrela meridional de Alula". As palavras "Alula", "El Acola",[3] [4] , and el-awla[5] provém da frase arábica (al-Qafzah) al-Ūlā, que significa "o primeiro salto". Com a Nu Ursae Majoris, ambas foram chamadas de Hea Tae (下台)na astronomia chinesa.[6]

Referências

  1. Piazzi, G., The Palermo Catalogue, Palermo, 1814.
  2. Bečvář, A., Atlas Coeli (Atlas of the Heavens) II - Catalogue, Plague, 1964.
  3. Burritt, E. H., Atlas, Designed to Illustrate the Geography of the Heavens, New York, 1835.
  4. Funck & Wagenall, New Standard Dictionary of the English Language, New York & London, 1947.
  5. Bode J., Uranographia, Berlin, 1801.
  6. Allen, Richard Hinckley. Star-Names and Their Meanings. New York: G. E. Stechert, 1899., p.443.
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.