Yalı

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Yalıs em Kanlica (distrito de Beykoz)

Yalı é um termo turco para designar casas de Istambul, frequentemente apalaçadas (mansões) construídas à beira da água (quase exclusivamente à beira-mar). É usual que o estilo arquitetónico se integre harmoniosamente na paisagem e que o material de construção dominante, senão único, seja a madeira, finamente decorada e muitas vezes pintada.

O termo deriva do grego γιαλή (yiáli) ou γιαλός, que literalmente significa "orla marítima ou praia. Tradicionalmente as yalı eram habitações secundárias, apenas usadas pelos donos ocasionalmente em algumas alturas do ano, por oposição às konak e aos köşk. O termo konak (lit: mansão) aplica-se a uma casa apalaçada que servia de residência mais permanente (também pode significar edifício público com funções administrativas); köşk (quiosque ou pavilhão) designa um pavilhão que em geral servia apenas para um fim específico, como caça, ou um carácter temporário).

"Ir para a yalı" adquiriu o sentido duplo de ir para a beira-mar e de ir para a casa aí situada. Para algumas fontes, yalı tem um sentido preciso: é a designação das 620 residências à beira do Bósforo construídas entre o século XVIII e o início do século XX. Estas casas são uma das imagens de marca mais pitorescas das margens do Bósforo.

Yalıs em Yeniköy (distrito de Sarıyer)

O material de construção predominante nas yalıs era a madeira trabalhada, à semelhança da grande maioria das casas tradicionais otomanas. Em muitos casos, os sucessivos restauros resultaram na diminuição das partes em madeira, nomeadamente nas estruturas, mas na generalidade a madeira permaneceu pelo menos no exterior, nem que seja apenas como decoração.

A yalı mais antiga ainda existente é a que foi construída em 1699 em Kanlıca, no distrito de Beykoz, na margem nordeste (asiática) do Bósforo, pelo grão-vizir Köprülü Amcazade Hacı Hüseyin Paşa, da influente família Köprülü. Desta yalı ainda existem a sala de audiências (divanhane) e os seus anexos. Nas margens europeias, a yalı mais antiga é a Şerifler Yalısı, em Emirgân, no distrito de Sarıyer, construída em 1780, apesar do nome ser do último dono e não de quem a construiu. A yalı mais luxuosa é a Erbilgin Yalısı, situada em Yeniköy, também no distrito Sarıyer. A revista Forbes referiu a Erbilgin Yalısı como a quinta casa mais cara do mundo, com um preço estimado em 100 milhões de dólares US. Outra yalı famosa, embora em ruínas desde que foi destruída por um fogo em 1975, é a Esma Sultan Yalısı, em Ortaköy, construída em 1875 para Esma Sultana, filha do sultão Abd-ul-Aziz e da autoria do arquiteto istambulita arménio Sarkis Balian.

Notas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Yalı