Yersinia pestis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde novembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Como ler uma caixa taxonómicaYersinia pestis
Yersinia pestis.jpg

Classificação científica
Reino: Bacteria
Filo: Proteobacteria
Classe: Gamma Proteobacteria
Ordem: Enterobacteriales
Família: Enterobacteriaceae
Género: Yersinia
Espécie: Y. pestis
Nome binomial
Yersinia pestis
( Lehmann & Neumann, 1896)
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Yersinia pestis

A Yersinia pestis é uma bactéria Gram-negativo, encapsulado e imóvel, aeróbio e anaeróbio facultativo. Esta bactéria é altamente patogénica e é responsável pela peste negra. Como todos os Gram-negativos, não tolera exposição ao ar seco por muito tempo e contém externamente a molécula lipopolissacarídeo (LPS), ou endotoxina, que activa de forma despropositada o sistema imunitário, levando à produção de citocinas que produzem vasodilatação excessiva com risco de choque séptico e morte.

É capaz de variar os seus antígenos externos e é resistente à ação do complemento (secreta enzimas que o destroem). Além disso resiste à morte por fagocitose, através do sistema de secreção tipo III, com que injeta proteínas que bloqueiam por desfosforilação várias proteínas do fagocito envolvidas no processo da fagocitose; destruindo os filamentos de actina, inibindo a formação de citocinas e induzindo a apoptose do macrófago. A sua cápsula é proteção adicional contra a fagocitose.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome do gênero Yersinia é em homenagem a seu descobridor, em 1894, Alexandre Yersin, bacteriologista franco-suiço do Instituto Pasteur. Originalmente, este microorganismo foi denominado Pasteurella pestis, sendo renomeado em 1967 para Yersinia pestis.

História[editar | editar código-fonte]

A bactéria Yersinia pestis é o agente infeccioso responsável por mais mortes humanas que qualquer outro agente infeccioso, exceto a malária. Provocou diversas pandemias na história, destacando:

  1. Praga de Justiniano (541-542 dC), que assolou a Ásia, o norte da África, Arabia e parte da Europa;ref name=dnews>Plague Helped Bring Down Roman Empire : DNews. DNews. Página visitada em 2013-06-28. (em inglês)</ref>
  2. Peste negra (1347-1351 dC), que dizimou um terço da população da Europa;
  3. Terceira Pandemia (1855-1918), que começou na China e Índia e terminou por se estender pelo resto do mundo Ásia, África e América.

Referências


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Wikispecies Diretório no Wikispecies