Yoon Bong-Gil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yoon Bong-Gil
Yoon Bong-Gil
Nascimento 21 de junho de 1908
Yesan, Coreia
Morte 19 de dezembro de 1932 (24 anos)
Kanazawa, Japão
Monumento a Yoon Bong-Gil no Parque Hongkou, Xangai.

Yoon Bong-Gil (21 de junho de 1908, Yesan, Coreia – 19 de dezembro de 1932, Kanazawa, Japão) foi um ativista da independência da Coreia e assassino[1] [2] que trabalhou contra o Japão durante a ocupação de seu país (1910–1945).

Bombardeio de Xangai[editar | editar código-fonte]

Em 29 de abril de 1932, ele executou um atentado usando uma bomba disfarçada de cantil em uma celebração do exército japonês para o aniversário do Imperador Hirohito no Parque Hongku, Xangai. A explosão matou Yoshinori Shirakawa, um general do Exército Imperial Japonês, e Kawabata Sadaji (河端貞次?), um chanceler do governo dos residentes japoneses em Xangai. Ela também feriu seriamente Kenkichi Ueda, o comandante da 9ª Divisão do Exército Imperial Japonês, Kuramatsu Murai (村井倉松?),o Cônsul-Geral japonês em Xangai, e Shigemitsu Mamoru, o enviado japonês em Xangai.

Yoon foi preso na cena do crime e julgado por uma corte militar japonesa em Xangai em 25 de maio. Ele foi transferido para uma prisão em Osaka em 18 de novembro e executado em Kanazawa em 18 de dezembro. Seus restos foram queimados no cemitério de Nodayama.

Chiang Kai-shek disse que "um jovem patriota coreano realizou algo que dezenas de milhares de soldados chineses não conseguiram".[3]

Consequências[editar | editar código-fonte]

Em maio de 1946, seus restos foram escavados por residentes coreanos no Japão, transferidos para Seul e receberam ritos de funeral. Ele, então, foi novamente cremado no Cemitério Nacional Coreano. Em 1962, o governo da Segunda República da Coreia do Sul louvou o seu ataque a bomba e concedeu o título póstumo do Cordão da República da Coreia (Grande Cordão) da Ordem do Mérito da Liberação a ele.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Ahn Gong-geun Designated as 'Independence Activist of July'", KBS, 2008-07-03. Página visitada em 24/08/2008. “In 1931, he co-founded the Society for Korean Patriots with Kim Gu, and the following year led a number of independence movements with other activists including Yoon Bong-gil. Ahn Gong-geun died on May 30, 1939.”
  2. Christopher Carpenter (03/04/2005). Scenes of Korea's Suffering Under Japan Ohmynews. Visitado em 24/08/2008. "Three photos show the capture and death of independence leader Yoon Bong Gil. Yoon is led away by Japanese soldiers and then put to death by a firing squad. This exhibit is at Woninjae subway station, Incheon, until April 16."
  3. (em coreano) 100년 만에 우리 앞에 다가온 윤봉길...

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Yoon Bong-Gil».