Yoshin-ryu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Yoshin-ryu (em japonês: 楊心流, Yōshinryū, Escola do jovem coração/espírito do salgueiro) é um provecto estilo (koryu) de arte marcial. A mais vestusta escola foi fundada por Yoshitoki Akiyama, da qual outras derivaram, mas não é um nome incomum e foi adoptado por outras escolas.[1] Por ocasião da Restauração Meiji, tornou-se a linhagem mais influente de jiu-jítsu tradicional, sendo praticada noutros continentes.[2] Suas origens remontam ao século XVI e é dito que seu fundador estudou técnicas chinesas dos pontos de pressão e, a partir daí, com base em seus conhecimentos médicos e marciais, compilou o currículo da escola.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Yoshitoki Akiyama dirigiu-se até a cidade chinesa de Tianjin, para estudar a medicina local. Nos idos de 1530, teve contacto com métodos de luta que utilizavam os conhecimntos dos meridianos do corpo e dos pontos de pressão. Os conhecimentos foram transmitidos por um monge taoísta, que lhe ensinou 28 pontos para uso terapêutico (hasei-ho, kappo) e bem assim o emprego dos mesmos com escopo marcial.[3]

Retornado ao Japão, Akiyama passa a ensinar suas técnicas de lutas num estilo chamado shuhaku jutsu (手拓術?), que era, todavia, muito rústico e agressivo, levando aos eventuais alunos a se afastarem. Isolando-se para um período de meditação num mosteiro, sobreveio o inverno. Conta-se que depois de uma nevasca somente um salgueiro quedou-se inteiro. Parece ter tido uma epifania: quando todas as outras árvores sucumbiram, a despeito de sua rigidez, o salgueiro prevaleceu porque flexível.[4]

Referências

  1. Skoss, Diane. Koryu bujutsu: classical warrior traditions of Japan. Nova Jérsei: Koryu, 1997. p. 126. ISBN 1-8905-3604-0.
  2. American Federation of Jujitsu (em inglês). Visitado em 28.abr.2012.
  3. a b Cody, Mark Edward. Wado ryu karate/jujutsu. Bloomington: AutorHouse, 2007. p. 13-14.
  4. Ratti, Óscar; Westbrook, Adele. Secretos de los samurai. 2. ed. Barcelona: Paidotribo, 2004. p. 425.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre artes marciais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.