You've Really Got a Hold on Me

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"You've Really Got a Hold on Me"
Single de The Miracles
Formato(s) 7" single
Duração 3:02
Gravadora(s) Tamla
T 54073
Produção Smokey Robinson
Cronologia de singles de The Miracles
Último
Último
"I'll Try Something New"
(1962)
"A Love She Can Count On"
(1963)
Próximo
Próximo


"You Really Got a Hold on Me"
Single de The Beatles
do álbum With the Beatles
Gênero(s) Rock and roll
Duração 2:36
Gravadora(s) Parlophone
Produção George Martin


"You Really Got a Hold on Me"
Single de Eddie Money
do álbum Eddie Money
Lado B "Jealousys"
Formato(s) 7" single
Gênero(s) Rock
Gravadora(s) Columbia
Cronologia de singles de Eddie Money
Último
Último
"Two Tickets to Paradise"
(1978)
"Maybe I'm a Fool"
(1979)
Próximo
Próximo


"You've Really Got A Hold On Me"
Single de Cher
do álbum Two the Hard Way
Lado B "Move Me"
Gênero(s) Pop/Rock
Duração 3:18
Gravadora(s) Warner Bros. Records
Produção John Haeny
Cronologia de singles de Cher
Último
Último
" Move Me "
(1977 )
"Take Me Home"
(1979)
Próximo
Próximo

"You've Really Got a Hold on Me" é um hit de 1962 Top 10, da banda The Miracles que faz parte do álbumThe Fabulous Milagres para o Tamla (Motown) label. Uma das músicas mais conhecidas do grupo, este hit é também uma canção que fora induzida ao Grammy Hall of Fame de 1998.

The Miracles[editar | editar código-fonte]

Esta versão fora escrita por Smokey Robinson e caracteriza Robinson nos vocais, com Miracle, Bobby Rogers, em harmonia e co-liderança no segundo tenor. A música explora os sentimentos de um homem tão apaixonado por uma mulher que ele não pode deixá-la, apesar do fato de que ela o trata mal. A canção foi um grande sucesso para a banda, atingindo no máximo a posição de número oito no Billboard Hot 100 e atingindo o número um no R & B singles chart durante o Inverno de 1962-63. A versão The Miracles "é uma versão original induzida em 1998 no Grammy Hall of Fame". Foi também o segundo hit do grupo a vender mais de um milhão cópias, depois de "Shop". A canção, uma das mais famosas do início dos anos Motown foi regravada por muitas bandas e pessoas, incluindo uma famosa capa por The Beatles e Eddie Money. A canção foi também regravada por Percy Sledge, Mike and the mechanichs, Greg Lake, Little Caesar e os Cônsules, The Zombies, The Small Faces, The Temptations, e The Supremes, entre muitos outros. Ela foi gravada por Cyndi Lauper para o seu álbum de 2003At Last. Também foi gravada por Bobby McFerrin em seu álbu de estréia, lançado em 1982 pela Elektra Records. Zooey Deschanel e M. Ward também abranjiram a canção para seu projeto, She & Him. Os The Miracles podem ser vistos executando a música ao vivo no lendário Apollo Theater em Nova York (1963) sobre a Motown / Universal DVD libertação:Smokey Robinson & The Miracles: A definitive Performances 1963-1987. Filmado este desempenho, segundo a DVD's liner notas, é a única filmagem conhecida gravada ao vivo do grupo com o original The Miracles, com o membro Claudette (Mrs.Smokey) Robinson. Também é realizada ao vivo no Santa Monica Civic Auditorium no ano seguinte (1964) para o filme concerto O Show Tami da American International Pictures. Também foi escolhida para a trilha sonora filme de 1964,Nothin' more a Man, e muitos outros. O próprio Smokey Robinson também realiza uma versão reescrita da mesma emSésamo Streetgrabby, : "juntamente com um olhar feminino Muppet letra "U", com essas letras como "U representa tenso/ É assim que estou sentindo/ Bem agarrados, é uma carta / Unappealin".

Aparições da música em filmes[editar | editar código-fonte]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Regravações[editar | editar código-fonte]

Versão dos The Beatles[editar | editar código-fonte]

"You Really Got a Hold on Me " foi a primeira faixa gravada pelos The Beatles, para seu segundo LP With the Beatles, com John Lennon no vocal líder e George Harrison em estreita harmonia. Os The Beatles tinham adquirido uma cópia importada da música pelo The Miracles e a incluíram em seu repertório no início de 1963. Os Beatles gravaram a canção em 18 de Julho de 1963. Eles tocaram ao mesmo tempo Please Please Me e em meio a um rigoroso calendário de turnês, também tiveram que incluir sessões de rádio e televisão na BBC. Foi concluída em sete leva, quatro das quais eram completas. O grupo então registrou quatro peças editadas. A versão final foi uma edição de leva 7, 10 e 11.[1] Os Beatles também gravaram "You Really Got a Hold on Me" em quatro ocasiões, para a rádio BBC em 1963. Uma delas, do dia 30 de julho de 1963, foi incluída no Live at the BBC. Uma versão gravada ao vivo em Estocolmo, Suécia, em Outubro de 1963 fora lançada em 1995 no Anthology 1.

Versão do The Temptations[editar | editar código-fonte]

Os The Temptations incluíram uma versão de "You've Really Got a Hold on Me", produzida por Smokey Robinson, no seu álbum de 1965 The Temptations Sing Smokey.

Versão de Cyndi Lauper[editar | editar código-fonte]

Em 2003 a cantora pop Cyndi Lauper regravou a canção para o seu álbum "At last", no qual foi uma releitura de clássicos musicais. O álbum foi em comemoração dos 50 anos de Cyndi Lauper em homenagem a Nova Iorque.

Versão de Eddie Money[editar | editar código-fonte]

"You Really Got a Hold on Me" também foi regravada pelo cantor americano de rock Eddie Money, que fez parte do seu álbum de 1977 Eddie Money. Foi lançada como um hit no início de 1979 e chegou à # 72ª posição no Billboard Hot 100.

Versão de Cher e Gregg Allman[editar | editar código-fonte]

"You've Really Got A Hold On Me" foi lançada como o segundo hit por Gregg Allman e Cher em 1977, para o álbum Two of Tough.

Versão do Small Faces[editar | editar código-fonte]

A banda mod Small Faces também fez um cover dessa música no álbum "From the Beginning", de 1967. Essa versão é mais rápida, mais pesada que as versões anteriores e mais original também, devido ao poder vocal de Steve Marriott, e há pequenas (quase não notáveis) modificações na letra da música.

Versão do The Zombies[editar | editar código-fonte]

The Zombies também fizeram cover de "You Really Got a Hold on Me", que está presente no álbum "Begin Here" de 1965.

Outras versões[editar | editar código-fonte]

O jovem Michael Jackson regravou a música para um álbum solo quando ainda estava sob contrato com a Motown, mas essa versão só viu a luz do dia quando Michael morreu, na coleção Hello World: The Motown Solo Collection.

A banda de indie folk She & Him gravou uma versão da "You've Really Gotta Hold on Me" em 2008, para o seu álbum de estreiaVolume One.

  • O cantor Phil Collins também regravou a cançao em seu album mais recente, chamado "Going Back."
  • A cantora Russian Red também protagonizou este tema no ano 2008 ao vivo em El Buho Real.
  • A participante da 10ª temporada do American Idol, Haley Reinhart, interpretou a música na semana "Motown" e esta é considerada a melhor versão já feita desta música.

Referências