You Know I'm No Good

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"You Know I'm No Good"
Single de Amy Winehouse
do álbum Back to Black
Lado B "Monkey Man"
Lançamento 19 de dezembro de 2006 (2006-12-19)
Formato(s) CD single, download digital
Gênero(s) R&B, soul, jazz
Duração 4:17
Gravadora(s) Island
Composição Amy Winehouse
Produção Mark Ronson
Cronologia de singles de Amy Winehouse
Último
Último
"Rehab"
(2006)
"Back to Black"
(2007)
Próximo
Próximo
Amostra de áudio
informação do ficheiro · ajuda

"You Know I'm No Good" é uma canção gravada pela cantora e compositora britânica Amy Winehouse para o seu segundo álbum de estúdio, Back to Black (2006). Foi escrita pela própria artista, enquanto a sua produção foi assinada por Mark Ronson. Consiste em elementos de R&B, soul e jazz dos anos 1960 e possui como temática lírica a infidelidade de Winehouse para com o seu parceiro. Foi lançado como o segundo single do disco primeiramente na Irlanda em 19 de dezembro de 2006 e duas semanas depois no Reino Unido, através da editora discográfica Island Records.

Após o seu lançamento, o tema recebeu análises positivas por parte dos profissionais especializados, que prezaram os variados estilos musicais da canção e os vocais da cantora no decorrer da melodia. Comercialmente, obteve um desempenho favorável. No Reino Unido, a faixa entrou na quadragésima colocação da lista oficial das mais vendidas e alcançou como posição mais elevada o número dezoito. Nos Estados Unidos, catalogou-se na 77.ª colocação da Billboard Hot 100, além das 17.ª e 46.ª posições na R&B Songs e Digital Songs, respectivamente. No mercado internacional, conseguiu um desempenho bem inferior em relação ao primeiro lançamento do disco, "Rehab", mas ainda assim conseguiu enumerar-se entre os cinquenta registros mais bem vendidos de países como Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Noruega e Suíça, figurando no pódio da tabela musical da Polônia.

Como parte do reconhecimento do trabalho da cantora, o material recebeu uma indicação ao Ivor Novello Awards, em 2008, e foi posicionado no segundo lugar pela revista norte-americana Entertainment Weekly da lista "Melhores Músicas de 2007". A obra também foi relançada em um remix com o rapper Ghostface Killah, para fins de publicidade, e interpretada em vários programas de televisão, como Pop World, da rede Channel 4.[1] Além disso, foi adicionada ao repertório da turnê promocional do álbum e incluída nas apresentações ao vivo do banda britânica Arctic Monkeys, em 2007.[2]

Composição[editar | editar código-fonte]

"You Know I'm No Good" é creditada como uma gravação de R&B, que incorpora elementos de soul e jazz dos anos 1960.[3] [4] A sua gravação decorreu em meados de 2006 nos estúdios Daptone Studios, em Miami, na Flórida, Chung King Studios, em Nova Iorque, e Metropolis Studios, em Londres, Inglaterra, sob a produção de Mark Ronson.[5] O seu instrumental consiste no uso de vocais fortes e contém o trabalho de guitarras por Binky Griptite e Thomas Brenneck, baixo elétrico de Nick Movshon e trompetes por Dave Guy.[6] Ronson também tratou de sua programação musical e arranjos, enquanto que Dave Murga contribuiu com bateria. Nota-se, ainda, a presença de saxofone tenor e saxofone barítono de Neal Sugarman e Ian Hendrickson-Smith, respectivamente, ao passo que Victor Axelrod esteve a cargo do piano elétrico.[6]

A letra foi composta pela própria vocalista e possui como temática lírica a confissão de sua infidelidade para o com o seu parceiro, ao passo que o título da canção vem da defensiva da cantora ao ser flagrada com o amante.[7] De acordo com a partitura publicada pela Sony/ATV Music Publishing, a música foi escrita em compasso simples com um metrônomo de cem batidas por minuto. A faixa foi composta em uma clave de ré menor e o vocal de Winehouse varia entre as notas A3 e G4, com sequência básica de Ré-Sol-Lá#7.[8]

Crítica profissional[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
BBC Music 5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svg[9]
MusicOMH (Positiva)[10]
Gigwise 9 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[11]

"You Know I'm no Good" registrou uma recepção positiva por parte da crítica contemporânea especialista após o seu lançamento. Na página on-line Sputnik Music, por exemplo, Dave De Sylvia elogiou o trabalho desenvolvido por Mark Ronson na canção, dizendo: "'You Know I'm No Good' é uma balada maravilhosamente auto-depreciativa que fica em algum lugar entre A Tribe Called Quest e Jeff Buckley com referência feita à maior cerveja do mundo (Stella!)".[12] A revista Billboard comparou a edição original da canção ao remix com Ghostface Killah e afirmou: "'You Know I'm no Good', na versão original, não poderia ser melhor".[13] Numa matéria publicada pela revista britânica Gigwise, Thom Gulseven descreveu a cantora como honesta em "You Know I'm no Good", alegando: "Para reforçar este sentimento de auto-desprezo, Winehouse usa as suas muito características melodias de fundo, ásperas e delicadas, e a sua voz rouca, combinada com seções de instrumentos metálicos ao estilo do blues, batida incisiva, e linha de baixo poderosa".[11]

Joe Crofton, da revista eletrônica MusicOMH, em uma análise feita para a composição, definiu Winehouse como uma das cantoras britânicas mais talentosas da atualidade e elogiou os vocais da intérprete no decorrer da canção, chamando-os de comovente e sinuoso, finalizando: "O single em si é clássico",[10] ao passo que John Murphy, da mesma publicação, alegou: "'You Know I'm No Good' tem um toque do classudo soul da Filadélfia com um maravilhoso conjunto de metais".[14] Na emissora de televisão e rádio BBC Music, Nickie Latham escreveu: "Com honestidade contundente, ela confessa as suas infidelidades e impiedosamente aceita que é apenas ela mesma que se machuca no final".[9] Leah Greenblatt, da revista Entertainment Weekly, definiu-a como a melhor canção da artista, afirmando: "'Rehab' pode ser a sua canção assinatura, mas 'No Good' tem todos os elementos de uma boa canção de Winehouse: dor e pathos expressadas com um doído sentimento de garota durona; um imaginário inesquecível; uma melodia soul tão atemporal que poderia ter saído do diário de Donny Hathaway; e, claro, aquela voz inesquecível".[15] Além disso, a equipe da revista elegeu-a a segunda melhor canção lançada em 2007.[16]

A obra também foi indicada ao prêmio Ivor Novello Awards, em 2008, na categoria "Melhor Canção Musicalmente e Liricamente", mas veio a perder o troféu para "Love Is a Losing Game", também de Amy Winehouse.[17]

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

O vídeo musical da canção foi gravado em meados de 2006 e disponibilizado comercialmente em 4 de dezembro na loja virtual iTunes Store, enquanto no Youtube foi liberado apenas em 2009, através do canal de Winehouse no serviço Vevo.[18] Foi dirigido por Phil Griffin, assim como o teledisco promocional de "Rehab", e mostra a cantora a se desentender com um possível namorado.[19] Na gravação, Winehouse é vista em diferentes cenários, inclusive em um bar, onde é flagrada pelo seu parceiro com o seu amante e tenta explicar-se ao rapaz, que dá início a uma discussão.[20] No último versículo, a artista está sentada no chão de sua cozinha, bebendo.[20] Numa entrevista concedida pela cantora à emissora de televisão e rádio BBC Music, gravada no festival Other Voices, na Irlanda, ela revelou, enquanto falava sobre a influência exercida pelas Shangri-Las em Back to Black e após afirmar que "I Can Never Go Home Anymore" (1965) era a sua canção favorita da banda, que vivenciou esta última parte do vídeo, dizendo: "Quando eu e o meu namorado terminamos, eu passei a ouvir aquela canção repetidamente enquanto estava sentada no chão da minha cozinha com uma garrafa de Jack Daniels".[21]

Em 3 de março de 2007, o teledisco estreou no programa VH1 Soul, do canal VH1, conseguindo chegar à primeira posição dos mais visualizados dois meses mais tarde,[22] enquanto no Total Request Live, da MTV, conseguiu figurar na sétima posição dos mais pedidos do programa,[23] ao passo que na Hot Video Clips, da revista Billboard, catalogou-se no número dois, em 19 de maio.[22]

Faixas e versões[editar | editar código-fonte]

"You Know I'm No Good" foi disponibilizado através de download digital e em formato físico. Na América do Norte, o single foi relançado em um remix com o rapper Ghostface Killah. Além disso, foi disponibilizada nos Estados Unidos como um extended play (EP), que contém além da versão original da música, a versão com Ghostface Killah e uma outra reedição da canção.[24]

Extended play (EP) digital dos Estados Unidos
N.º Título Duração
1. "You Know I'm No Good"   4:17
2. "You Know I'm No Good" (Ghostface Killah's Remix) 3:22
3. "You Know I'm No Good (Skeewiff Mix)" (Remix – Skeewiff) 5:44

Créditos[editar | editar código-fonte]

Lista-se abaixo os profissionais envolvidos na elaboração de "You Know I'm No Good":[6]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

"You Know I'm No Good" fez sua estreia nas tabelas musicais na edição de 11 de janeiro de 2007 da IRMA Singles Chart, em território irlandês, ao atingir a 41.ª colocação da tabela musical, subindo, na semana seguinte, para a sua posição mais elevada nesta lista, o número 39.[25] Dois dias mais tarde, obteve a quadragésima posição da parada musical do Reino Unido, a UK Singles Chart, com mais de três mil cópias digitais faturadas na sua semana de lançamento.[26] Sete dias depois, apresentou um salto de 22 lugares ao longo da edição anterior e estabeleceu-se em sua melhor colocação na tabela, a 18.ª.[27] De acordo com a Official Charts Company (OCC), "You Know I'm No Good" havia vendido mais de 53 mil unidades no país, até junho de 2007.[28]

Na América do Norte, "You Know I'm No Good" conseguiu um desempenho bem inferior em relação ao primeiro lançamento do disco, vindo a estrear, em 31 de março de 2007, na nonagésima posição da Billboard Hot 100 dos Estados Unidos.[29] Na edição seguinte, saiu da tabela estadunidense, retornando apenas duas semanas mais tarde, desta vez na 91.ª colocação.[30] Após sete semanas a oscilar entre as posições inferiores da tabela, o single conseguiu estabelecer uma nova posição pico, o número 78.[31] Simultaneamente, enumerou-se na 53.ª colocação do periódico genérico Digital Songs,[32] ao passo que na Pop Songs classificou-se em sua posição mais elevada, a 58.ª.[33] A obra veio a conseguir a sua melhor posição nas tabelas do país somente na edição de 1.º de março de 2008, ao vender mais de 29 mil cópias digitais e regressar à lista na 77.ª posição, alcançando o número 46 na parada digital.[34] Até 2011, havia vendido 729 mil réplicas no país.[35]

Na Europa, a canção também obteve um desempenho moderado, tendo enumerado-se entre as cinquenta primeiras posições na Alemanha, na Áustria, na Espanha, na Finlândia e na Dinamarca. Na França, o single acabou por debutar na sua posição máxima, a 17.ª, em fevereiro de 2008, e vendeu, no total, mais de 27 mil cópias no país.[36] Na Suíça, alcançou a sétima posição da Schweizer Hitparade. Desde então, a composição foi premiada com disco de platina, devido às vendas de mais de quarenta mil cópias no país.[37] Na Bélgica, "You Know I'm No Good" conseguiu uma recepção comercial mais positiva, alcançando o segundo e 19.º lugares nas paradas de Flandres e da Valônia, respectivamente, enquanto na Polônia alcançou a liderança em março de 2008 e manteve-se no topo durante três semanas.[38]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

"You Know I'm No Good" foi enviada às estações de rádio irlandesas em 19 de dezembro de 2006. O tema também foi comercializado como CD single e maxi single. Duas semanais depois, a obra foi disponibilizada nos mesmos formatos em solo britânico e em download digital. Em território estadunidense, também foi lançada em formato de extended play (EP) digital.

País Data Formato Gravadora
 Irlanda 19 de dezembro de 2006 Download digital[64] Island Records
CD single[65]
 Reino Unido 8 de janeiro de 2007 Maxi single[66]
Download digital[64]
9 de janeiro de 2007 CD single[67]
 Estados Unidos 12 de fevereiro de 2007 Ghostface Killah's Remix[68] Universal Music Group
17 de março de 2007 Download digital[69]
Extended play (EP) digital[24]

Referências[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. Newkey-Burden, Chas. Amy Winehouse Biografia (em português). Brasil: Editora Globo, 2008. ISBN 978-85-250-4580-5.

Notas de rodapé[editar | editar código-fonte]

  1. New Musical Express. NME Music Videos: Amy Winehouse You Know I'm No Good - Live on Popworld, 2006 (em inglês) NME Music Videos. Visitado em 13 de outubro de 2013.
  2. Jenny Eliscu (10 de julho de 2007). Amy Winehouse: a diva e seus demônios (em português brasileiro) Rolling Stone. Wenner Publishing. Visitado em 7 de janeiro de 2014.
  3. AllMusic (8 de janeiro de 2007). Amy Winehouse - You Know I'm No Good (em inglês) Rovi Corporation. Visitado em 27 de julho de 2013.
  4. Joe Crofton (8 de janeiro de 2007). Amy Winehouse - You Know I'm No Good (Island) (em inglês) MusicOMH. Visitado em 12 de outubro de 2013.
  5. Créditos do álbum Back to Black (2006) por Amy Winehouse. Pág.: 14. Island/Universal Music.
  6. a b c Zinc Media, Inc. Amy Winehouse ‎– Back to Black » Credits (em inglês) Discogs. Visitado em 6 de novembro de 2013.
  7. Newkey-Burden, Chas. Amy Winehouse Biografia (em português). Brasil: Editora Globo, 2008. ISBN 978-85-250-4580-5.
  8. Amy Winehouse - You Know I'm No Good Sheet Music (em inglês) Musicnotes.com Sony/ATV Music Publishing. Visitado em 21 de novembro de 2011.
  9. a b Fraser McAlpine (8 de janeiro de 2007). Single Review: Amy Winehouse - You Know I'm no Good (em inglês) BBC Music. Visitado em 6 de maio de 2013.
  10. a b Joe Crofton (8 de janeiro de 2007). Track Review: Amy Winehouse – You Know I'm no Good (em inglês) MusicOMH. Visitado em 12 de outubro de 2013.
  11. a b Thom Gulseven (4 de janeiro de 2007). Track Review: Amy Winehouse - You Know I'm no Good (em inglês) Gigwise. Visitado em 20 de março de 2013.
  12. Dave De Sylvia (15 de janeiro de 2007). Critic Reviews: Amy Winehouse - Back to Black (em inglês) Sputnik Musicacessodata=6 de janeiro de 2014.
  13. (17 de Março de 2007) "Single Review: Amy Winehouse - You Know I'm no Good". Billboard 119, N.º 11: 52. Nielsen Business Media, Inc. ISSN 0006-2510.
  14. John Murphy (30 de outubro de 2006). Album Review: Amy Winehouse – Back To Black (em inglês) MusicOMH. Visitado em 12 de outubro de 2013.
  15. Leah Greenblatt (2 de agosto de 2011). Amy Winehouse: 10 Best Singles (em inglês) Entertainment Weekly. Visitado em 2 de outubro de 2012.
  16. Time Warner, Inc (18 de dezembro de 2007). The 10 Best Songs of 2007 (em inglês) Entertainment Weekly. Visitado em 2 de outubro de 2012.
  17. Owen Gibson (22 de abril de 2008). Novello first for Winehouse (em inglês) The Guardian. Visitado em 23 de maio de 2013.
  18. Apple Computer, Inc. Amy Winehouse Music Videos - You Know I'm No Good (em inglês) iTunes. Visitado em 1 de dezembro de 2013.
  19. Gil Kaufman (5 de setembro de 2007). Amy Winehouse's 'Rehab' Was Really Just A Decrepit London Building: VMA Lens Recap (em inglês) MTV Networks. Visitado em 25 de janeiro de 2013.
  20. a b MTV Networks (2 de junho de 2007). Amy Winehouse - Videos » You Know I'm No Good (em inglês) MTV Music Videos. Visitado em 23 de maio de 2013.
  21. Joshua Ostroff (23 de julho de 2012). Amy Winehouse: The Songs She Loved, From Carole King to the Zutons (em inglês) Spinner.com. Visitado em 12 de março de 2013.
  22. a b (19 de Maio de 2007) "Billboard On The Charts". Billboard 119, N.º 20: 89. Nielsen Business Media, Inc. ISSN 0006-2510.
  23. (21 de Abril de 2007) "Billboard On The Charts". Billboard 119, N.º 16: 65. Nielsen Business Media, Inc. ISSN 0006-2510.
  24. a b Apple Computer, Inc.. Amy Winehouse - You Know I'm No Good - EP (em inglês) iTunes. Visitado em 1 de dezembro de 2013.
  25. Top 75 Artist Single, Week Ending 11 January 2007 (em irlandês) Irish Recorded Music Association. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  26. Intent Media (7 de janeiro de 2007). Take That claim first 2007 number one album (em inglês) Music Week. Official Charts Company. Visitado em 22 de novembro de 2013.
  27. Intent Media (15 de janeiro de 2007). Albums market down for third consecutive week (em inglês) Music Week. Official Charts Company. Visitado em 22 de novembro de 2013.
  28. Intent Media (25 de junho de 2007). White Stripes top albums chart (em inglês) Music Week. Official Charts Company. Visitado em 22 de novembro de 2013.
  29. Katie Hasty (22 de março de 2007). Fergie Scores Second 'Glamorous' Week At No. 1 (em inglês) Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Visitado em 22 de novembro de 2013.
  30. (14 de Abril de 2007) "Billboard Hot 100". Billboard 119, N.º 15: 44. Nielsen Business Media, Inc. Nielsen SoundScan. ISSN 0006-2510.
  31. (23 de Junho de 2007) "Billboard Hot 100". Billboard 119, N.º 25: 76. Nielsen Business Media, Inc. Nielsen SoundScan. ISSN 0006-2510.
  32. (23 de Junho de 2007) "Billboard Digital Songs". Billboard 119, N.º 25: 77. Nielsen Business Media, Inc. Nielsen SoundScan. ISSN 0006-2510.
  33. (23 de Junho de 2007) "Billboard Pop Songs". Billboard 119, N.º 25: 78. Nielsen Business Media, Inc. Nielsen SoundScan. ISSN 0006-2510.
  34. Intent Media (22 de fevereiro de 2008). US Charts: Grammys fuel Winehouse album sales (em inglês) Music Week. Official Charts Company. Visitado em 22 de novembro de 2013.
  35. Gary Trust (23 de julho de 2011). Amy Winehouse's Billboard Us Chart History (em inglês) Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Visitado em 2 de outubro de 2012.
  36. a b SNEP » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em francês) Syndicat National de l'Édition Phonographique. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  37. a b Schweizer Hitparade » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em alemão) The Official Swiss Chart Company. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  38. a b Lista Przebojów Trójki - Polskie Singles Chart » Amy Winehouse - You Know I'm No Good (em polonês/polaco) Związek Producentów Audio Video. Visitado em 27‎ de ‎outubro‎ de ‎2012.
  39. MediaGuide (19 de fevereiro de 2007). MediaGuide » Alternative Specialty Top 20 Songs (em africano). Visitado em 1 de novembro de 2013.
  40. Media Control Charts » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em alemão) Media Control Charts. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  41. ARIA Charts » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em inglês) Australian Recording Industry Association. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  42. Ö3 Austria Top 40 » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em alemão) Ö3 Austria Top 40. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  43. Airplay Chart top 50 » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em alemão) BEA. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  44. Airplay Chart top 40 » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em francês) BEA. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  45. (Setembro de 2011) "Brasil Hot 100 Airplay". Billboard Brasil 23: 96. Crowley Broadcast Analysis. BBP. ISSN 977-217605400-2.
  46. Nielsen Business Media, Inc. Canadian Albums Chart » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em inglês) Billboard. Visitado em 27‎ de ‎outubro‎ de ‎2012.
  47. 에이미 와인 하우스 앨범 및 노래 차트 역사 - 가온 차트 (em coreano) 한국음악콘텐츠산업협회. Visitado em 27‎ de ‎outubro‎ de ‎2012.
  48. IFPI Dinamarca » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em dinamarquês) IFPI Dinamarca. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  49. IFPI República Eslovaca » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em eslovaco) IFPI República Eslovaca. Visitado em 14 de Outubro de 2011.
  50. PROMUSICAE » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em espanhol) Productores de Música de España. Visitado em 27‎ de ‎outubro‎ de ‎2012.
  51. (1.º de Março de 2008) "Billboard Hot 100". Billboard 119, N.º 27: 40. Nielsen Business Media, Inc. Nielsen SoundScan. ISSN 0006-2510.
  52. Nielsen Business Media, Inc. R&B/Hip-Hop Digital Songs » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em inglês) Billboard. Visitado em 27‎ de ‎outubro‎ de ‎2012.
  53. (23 de Junho de 2007) "Billboard Pop Songs". Billboard 119, N.º 25: 78. Nielsen Business Media, Inc. ISSN 0006-2510.
  54. (1.º de Março de 2008) "Billboard Digital Songs". Billboard 120, N.º 9: 41. Nielsen Business Media, Inc. Nielsen SoundScan. ISSN 0006-2510.
  55. Nielsen Business Media, Inc. Greece Digital Songs » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em inglês) Billboard. Visitado em 27‎ de ‎outubro‎ de ‎2012.
  56. IRMA Singles Chart » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em irlandês) Irish Recorded Music Association. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  57. VG-lista » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em norueguês) IFPI Noruega. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  58. MegaCharts » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em holandês) MegaCharts. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  59. Associação Fonográfica Portuguesa » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em português) Associação Fonográfica Portuguesa. Visitado em 27‎ de ‎outubro‎ de ‎2012.
  60. 2007 - Top 40 Official Singles Chart UK, 20th January 2007 (em inglês) Official Charts Company. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  61. Official Charts Company. Top 40 R&B Singles, 28th January 2007 (em inglês) BBC Music. Visitado em 12 de setembro de 2013.
  62. Nielsen Business Media, Inc. European Hot 100 Singles » Amy Winehouse Album & Song Chart History (em inglês) EURO 200. Billboard. Visitado em 27‎ de ‎outubro‎ de ‎2012.
  63. Número de vendas e certificações recebidas por "You Know I'm No Good":
  64. a b Amazon Media, Inc. Amy Winehouse ‎– You Know I'm No Good » Digital Download (em inglês) Amazon.com. Visitado em 6 de novembro de 2013.
  65. Zinc Media, Inc. Amy Winehouse ‎– You Know I'm No Good » CD 1 (em inglês) Discogs. Visitado em 6 de novembro de 2013.
  66. Amazon Media, Inc. Amy Winehouse ‎– You Know I'm No Good » CD 2 (em inglês) Amazon.com. Visitado em 6 de novembro de 2013.
  67. Amazon Media, Inc. Amy Winehouse ‎– You Know I'm No Good » CD 1 (em inglês) Amazon.com. Visitado em 6 de novembro de 2013.
  68. Apple Computer, Inc.. Amy Winehouse - You Know I'm No Good - feat. Ghostface Killah (em inglês) iTunes. Visitado em 1 de dezembro de 2013.
  69. AllMusic (8 de janeiro de 2007). Amy Winehouse - You Know I'm No Good » Releases (em inglês) Rovi Corporation. Visitado em 27 de julho de 2013.