Yozhef Sabo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yozhef Sabo
József Szabó
Йожеф Сабо
Yozhef SaboJózsef SzabóЙожеф Сабо
Informações pessoais
Nome completo Yozhef Yozhefovich Sabo (ucraniano)
Jószef Szabó (húngaro)
Data de nasc. 29 de fevereiro de 1940 (74 anos)
Local de nasc. Ungvár (atual Uzhhorod), Flag of Hungary (1920–1946).svg Reino da Hungria
Nacionalidade Ucraniano e húngaro
Altura 1,75 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Meio-campista
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1955
1957
1957-1959
1959-1969
1970
1971-1972
Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg Time da fábrica
Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg Khimik Kalush
Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg Spartak Uzhhorod
Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg Dínamo de Kiev
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Zorya Voroshlovgrado
Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg Dínamo de Moscou
- (-)
- (-)
30 (10)
246 (42)
27 (6)
44 (3)
Seleção nacional
1965-1968 Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg União Soviética 40 (8)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Bronze Munique 1972 Futebol
Yozhef Sabo
József Szabó
Йожеф Сабо
Informações pessoais
Nome completo Yozhef Yozhefovich Sabo (ucraniano)
Jószef Szabó (húngaro)
Data de nasc. 29 de fevereiro de 1940 (74 anos)
Local de nasc. Ungvár (atual Uzhhorod), Flag of Hungary (1920–1946).svg Reino da Hungria
Nacionalidade Ucraniano e húngaro
Informações profissionais
Clube atual Sem clube
Posição Treinador
Vice-presidente
Times que treinou
1977
1978
1978–1979
1993-1997
1994
1996-1999
2000-2007
2004-2005
Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg Zorya Voroshlovgrado
Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg CSKA Kiev
Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg Dnipro Dnipropetrovs'k
Ucrânia Dínamo de Kiev
Flag of Ukraine.svg Ucrânia
Flag of Ukraine.svg Ucrânia
Ucrânia Dínamo de Kiev (vice-presidente)
Ucrânia Dínamo de Kiev

Yozhef Yozhefovich Sabo ou Iozhef Iozhefovych Sabo - em russo e em ucraniano, Йожеф Йожефович Сабо (Ungvár - atual Uzhhorod, 29 de fevereiro de 1940) - é um ex-jogador e técnico de futebol húngaro.

Início[editar | editar código-fonte]

Nascido Szabó József (József Szabó, para o padrão ocidental), no breve período em que Uzhhorod pertenceu à Hungria (entre 1938 e 1945, ano em que foi anexada à RSS da Ucrânia), cresceu entre ucranianos e iniciou carreira profissional em 1957, no Khimki Kalush, mudando ainda no ano seguinte para o Spartak Uzhhorod. Dois anos depois, estava no principal clube da República, o Dínamo de Kiev, time ainda modesto nacionalmente.

Dínamo Kiev[editar | editar código-fonte]

Ficando por dez anos no Dínamo, entre 1959 e 1969, esteve presente nas conquistas dos quatro primeiros títulos no campeonato soviético do clube - em 1961 e um tricampeonato entre 1966 e 1968. A conquista de 1961 lhe credibilitou a ser chamado para a Seleção Soviética que foi à Copa do Mundo de 1962, sendo o terceiro ucraniano (ao lado de Yeduard Dubyns'kyi) a ir a um mundial. Iria também ao de 1966, quando a seleção obteve seu melhor resultado na competição, um quarto lugar.

Fim da carreira como Jogador, início como Técnico[editar | editar código-fonte]

Passou a temporada de 1970 no Zorya Voroshilovhrad e partiria no ano seguinte para o Dínamo Moscou, onde encerraria a carreira, em 1972, tendo disputado no mesmo ano sua última competição pela URSS, os Jogos Olímpicos de 1972, recebendo a medalha de bronze. Foi técnico entre 1977 e 1979 em clubes médios ucranianos - entre eles, Zorya e Dnipro Dnipropetrovs'k, retomando a função em 1993, no Dínamo Kiev, dirigindo a equipe em quatro passagens: em 1993, de 1994 a 1997 e entre 2004 e 2005. Foi também vice-presidente da equipe entre 2000 e 2007.

Seleção Ucraniana[editar | editar código-fonte]

A outra única equipe que comandou quando voltou a ser técnico foi a Seleção Ucraniana, em 1994 e de 1996 a 1999, chegando a acumular com o cargo no Dínamo, onde foi tetracampeão nacional de 1994 a 1997. Curiosamente, não foi o único húngaro da Ucrânia a ter disputado Copas pela ex-URSS (pela qual marcou 8 gols em 40 jogos), tendo um "sucessor": László Rácz.