Yue Minjun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

'Yue Minjunntemporâneo chinês.

A-maze-ing Laughter, Vancouver

As suas pinturas a óleo são as mais conhecidas, geralmente auto-retratos, de onde sobressai sempre um “sorriso amarelo”. Este é a sua assinatura pessoal, também reproduzida em esculturas, aguarelas e estampas.

A arte de Yue é frequentemente classificada como Realismo Cínico pois reflecte as novas tendências artísticas da arte contemporânea chinesa na década de 1990 (humor, cinismo, ênfase das cores vivas e centralidade no indivíduo), no entanto, Yue Minjun rejeita esse rótulo.

O pai de Yue Minjun trabalhou nos campos de petróleo do nordeste da China, e também ele próprio trabalhou na indústria petrolífera da China, antes de iniciar estudos de arte em 1983. Em 1989, foi inspirado pela pintura de Geng JianyiThe Second Situation (A Segunda Situação), apresentada na exposição "China / Avant Garde" em Pequim. Aliás, o artista revelou, numa entrevista, que foi através da reflexão sobre este quadro que surgiu a sua marca pessoal – as caras sorridentes. Em 1990, desiludido com a política da revolta de Tiananmen do mesmo ano, mudou-se para uma colónia de artistas fora de Pequim. A sua assinatura própria foi desenvolvida nos retratos dos seus amigos boémios da colónia, e logo se tornou num popular investimento para estrangeiros que procuravam capitalizar a abertura da China ao Ocidente.

A sua peça “Execução” tornou-se no trabalho mais caro de sempre de um artista contemporâneo chinês, quando vendida em 2007 por aproximadamente 4,3 milhões de euros no Sotheby's em Londres. A sua primeira exposição nos Estados Unidos teve lugar no Museu de Arte de Queens, em Nova Iorque. A exposição, que decorreu entre Outubro de 2007 e Janeiro de 2008, intitulada “Yue Minjun e o Sorriso Simbólico” incluiu esculturas, quadros e desenhos. Ele tem mostrado o seu trabalho internacionalmente em várias exibições, tais como a 5ª Bienal de Shanghai, no Museu de Belas-Artes de Bern, em XIANFENG! no Museu Beelden aan Zee nos Países Baixos. Yue Minjun tem sido uma força importante para o aumento do grande interesse internacional na arte chinesa contemporânea.


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Yue Minjun