Yuriy Sedykh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yuriy Sedykh
campeão olímpico
Atletismo
Modalidade Atletismo
Nascimento 11 de junho de 1955 (59 anos)
Novocherkassk,URSS
Hoje: Ucrânia
Nacionalidade União das Repúblicas Socialistas Soviéticas soviético
Compleição Peso: 110 kg Altura: 1,85 m
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Montreal 1976 Lançamento de martelo
Ouro Moscou 1980 Lançamento de martelo
Prata Seul 1988 Lançamento de martelo
Campeonatos Mundiais
Ouro Tóquio 1991 Lançamento de martelo
Prata Helsinque 1983 Lançamento de martelo

Yuriy Georgiyevich Sedykh (Novocherkassk, 11 de junho de 1955) é um atleta da União Soviética que se sagrou campeão olímpico do lançamento de martelo em 1976 e 1980. Detém, desde 1986, o recorde mundial da modalidade (86,74 m).[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sedykh começou em 1967 no atletismo, seu primeiro treinador foi Vladimir Ivanovich Volovik. Ele treinou em Burevestnik e mais tarde, na sociedade esportiva das Forças Armadas em Kiev (Sedykh alcançou o posto de Major no Exército Soviético). Em 1973 ele se tornou um membro do time júnior da União Soviética. Ele bateu o recorde mundial com 86,74 m, em 1986, no Campeonato Europeu, em Stuttgart, Alemanha.

Ao contrário de muitos outros lançadores de martelo, Sedykh dava três voltas, em vez de quatro, na hora de arremessar. O seu treinador desde 1972, Anatoly Bondarchuck, é considerado como um dos melhores treinadores do mundo no martelo. Sedykh ganhou o ouro olímpico nas Olimpíadas de 1976 e 1980, bem como vencu os Jogos da Boa Vontade de 1986 e o Mundial de Atletismo de 1991.

Atualmente, Sedykh detém um acampamento anual para prática do martelo nos Estados Unidos. Ele está treinando atualmente um lançador finlandês. Ele é casado com a ex-lançadora Natalya Lisovskaya, que ganhou o ouro no lançamento de peso na Olimpíada de Seul em 1988. Eles têm uma filha, Alexia, nascida em 1992. Sedykh e sua família vivem em Paris, na França, onde ensina força e condicionamento a nível universitário.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências