Yutu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Yutu visto da Chang'e 3 em solo lunar. (Xinhua / CCTV News)

Yutu (em chinês 玉兔; em português: Coelho de Jade) é um rover lunar de 1,5 m de comprimento, pesando 120 kg destinado a explorar a superfície da Lua por cerca de três meses como parte da missão Chang'e 3.[1] [2] [3]

A missão contendo o rover Yutu teve início com o lançamento, efetuado em 1 de dezembro de 2013 a partir do Centro Espacial de Xichang, tendo pousado com sucesso na Lua em 14 de dezembro de 2013,[4] se tornando o primeiro rover autônomo a operar na Lua desde que o Lunokhod 2 parou de funcionar em 11 de maio de 1973[5] .

Especificações[editar | editar código-fonte]

O Yutu foi desenhado para fazer pesquisas no solo e explorar o satélite de maneira independente. Seu desenvolvimento começou a ser feito em 2002, no Instituto de Engenharia de Sistemas Aeroespaciais de Xangai e foi completado em 2010. Ele possui seis rodas, tem 1,5 m de altura e pesa aproximadamente 120 kg, com uma capacidade de carga de até 20 kg;[6] pode transmitir imagens ao vivo pela televisão e tem a capacidade de cavar e fazer análises simples de amostras do solo. Pode também se mover em inclinações e tem sensores automáticos que previnem o choque com outros objetos.

A energia do rover é suprida através de painéis solares e foi planejado para uma missão de três meses, com a exploração de uma área de 3 km² ao redor do módulo de alunissagem, chegando, em linha reta, a uma distância máxima de 10 km da base fixa. Ele carrega em sua parte inferior um radar capaz de fazer pesquisas no solo a até 30 m de profundidade e de investigar a estrutura da crosta lunar a até centenas de metros.[7] Também carrega um espectrômetro de raios X e de raios infravermelhos.

No final de janeiro de 2014, o rover deixou de aceitar os comandos dos técnicos chineses. Devido a uma falha no fechamento de seus painéis solares, Yutu ficou exposto ao frio intenso da noite lunar, que dura 14 dias terrestres e a temperatura cai até 180 graus negativos. O que prejudicou seriamente seu funcionamento.

A missão chegou a ser dada como encerrada, mas a agência espacial chinesa conseguiu reestabelecer contato com o rover. Seu futuro ainda é incerto.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Chang’e-3: China To Launch First Moon Rover In 2013", Asian Scientist, 7 March 2012. Página visitada em 14/12/2013.
  2. Chinese Space Program – Chang'e 3 Dragon in Space. Página visitada em 14/12/2013.
  3. 中国已造出国产核电池 将装上嫦娥三号月球车_新闻_腾讯网 News.QQ.com (2012-08-12). Página visitada em 14/12/2013.
  4. "China lands Jade Rabbit robot rover on Moon", BBC, 14 December 2013.
  5. Molnár, László. "Chang'e-3 revealed – and its massive!", Pull Space Technologies, 24 May 2013. Página visitada em 14/12/2013.
  6. Chang’e-3: China To Launch First Moon Rover In 2013 AsianScientist. Página visitada em 02/12/2013.
  7. 欧阳自远:嫦娥三号明年发射将实现着陆器与月球车联合探测 (em chinês) Xinhuanet. Página visitada em 02/12/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre exploração espacial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.