Yves Guérin-Sérac

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Yves Guérin-Sérac (1926, Plouzbere—?) foi um ativista católico anticomunista francês, ex-oficial do exército da França e veterano da Primeira Guerra da Indochina (1945-54), da Guerra da Coréia (1950-53) e da Guerra da Independência da Argélia (1954-62). Também foi membro da tropa de elite 11ème Demi-Brigade Parachutiste du Choc, a qual trabalhou com a SDECE (agência de inteligência francesa), e foi membro-fundador do grupo terrorista de extrema direita OAS (Organisation armée secrète), engajado na luta pela "Argélia Francesa" 1 . Foi identificado, nos anos de 1990, como um dos principais inspiradores da estratégia de tensão italiana e como o principal organizador do atentado da Piazza Fontana em 19692 .

Referências

  1. Daniele Ganser .Operation Gladio and Terrorism in Western Europe. Londres: Franck Cass, 2005, p.116.
  2. (em francês)-"L'orchestre noir", documentário (2x55'), 1997. Investigações feitas por Fabrizio Calvi e Frédéric Laurent. Realização de Jean-Michel Meurice. Produção de La Sept Arte/LP Productions/RAI Due. Ver aqui.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.