Zé Fortuna & Pitangueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zé Fortuna e Pitangueira
Informação geral
Origem Itápolis,  São Paulo
País  Brasil
Gênero(s) Sertanejo
Ex-integrantes
Zé Fortuna, Pitangueira

Os irmãos José Fortuna (Itápolis, 2 de outubro de 1923São Paulo, 10 de novembro de 1983) e Elclides Fortuna (Itápolis, 1928São Paulo 12 de janeiro de 2013), conhecidos como: Zé Fortuna & Pitangueira, foram uma dupla de cantores de música sertaneja raiz do Brasil.

Zé Fortuna foi cantor, compositor, autor teatral e ator. Começou a compor ainda criança, quando acompanhava o pai em andanças pela lavoura, escrevendo versos no chão de terra com um pedaço de madeira. Com 11 anos de idade compôs "Quinze a sete", numa homenagem a seu time de futebol.

Em 1947, José Fortuna e Elclides Fortuna, criaram a dupla Zé Fortuna e Pitangueira. No mesmo período, mudaram-se para São Paulo onde conheceram o acordeonista Juventus Merenda. Os três formaram então um trio no qual Merenda ficou pouco tempo. Em 1948, conheceram o acordeonista Coqueirinho, formando com ele o trio "Os Maracanãs". Apresentaram-se no mesmo ano na Rádio Record de São Paulo.

Em 1953, a acordeonista Rosinha substituiu Coqueirinho, e Os Maracanãs passou a atuar com sucesso no programa "Terra, sempre terra", na Rádio Piratininga em São Paulo. Em 1956, gravaram o cateretê "O selo de sangue", de Zé Fortuna e Pitangueira, e um de seus maiores sucessos. Em 1957, emplacaram outro sucesso com a valsa "Lenda da valsa dos noivos", de Zé Fortuna e Pitangueira. Em 1958, passaram a atuar na Rádio Bandeirantes. Em 1962, foram para a Rádio Tupi. Em fins dos anos 1950, passou a fazer parte do trio o acordeonista Zé do Fole, em lugar de Rosinha, dando assim forma definitiva ao trio "Os Maracanãs" até a sua dissolução, em 1973.

Gravaram cerca de 40 LPs e diversos discos em 78 rotações.A maior parte das gravações do trio eram composições dos irmãos José Fortuna e Pitangueira.

José Fortuna faleceu em 10 de novembro de 1983, vítima de doença de Chagas. Suas composições eram gravadas por grandes nomes da música sertaneja raiz como: Tonico & Tinoco, Mococa & Paraíso, Teixeirinha, Liu e Léu, etc. Suas composições foram também regravadas por inúmeros intérpretes da Fina Flor da MPB, entre os quais, Maria Bethania, Gal Costa, Caetano Veloso, Nara Leão e Ângela Maria. E o autor brasileiro com o maior número de músicas gravadas, deixou em 40 anos de carreira cerca de 2500 composições, destas 900 músicas inéditas; além de 42 dramas teatrais. Pitangueira faleceu na manhã de 12 de janeiro de 2013 de causas ainda não esclarecidas. O enterro foi na tarde do mesmo dia, na zona norte de São Paulo. A morte do cantor passou despercebida pela grande mídia, tendo sido mencionada, contudo, em alguns blogs dedicados à música raiz.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1956 - 78 rotações - O Beijo da morte / O Selo de sangue
  • 1957 - 78 rotações - Pecado sublime / Dois destinos
  • 1957 - 78 rotações - Voz de criança / Vestido branco
  • 1957 - 78 rotações - Coração de homem / O punhal da vingança
  • 1957 - 78 rotações - As duas irmãs / O homem d'água
  • 1957 - 78 rotações - Lenda da valsa dos noivos / Triste noivado
  • 1959 - 78 rotações - Crime de amor / Casinha de ouro
  • 1959 - 78 rotações - Três batidas na porteira / Corre-corre
  • 1959 - 78 rotações - Paineira véia / Cena real
  • 1959 - 78 rotações - Pode contá / Mãos que falam
  • 1959 - 78 rotações - Fui eu / A cruz da salvação
  • 1959 - 78 rotações - Crime de amor / Casinha de ouro
  • 1960 - 78 rotações - Tá espiando / Pulga malvada
  • 1960 - 78 rotações - Por que? / O tango do adeus
  • 1960 - 78 rotações - Bem-te-vi / Bonequinha viva
  • 1961 - 78 rotações - Noite azul / Valsa da separação
  • 1961 - 78 rotações - Orquestra em família / Buquê de flor
  • 1961 - 78 rotações - Retalhos de amor / Divina pecadora
  • 1961 - 78 rotações - Rainha do campo / Beijo inocente
  • 1962 - 78 rotações - A roseira da fonte / Rosa do mato
  • 1962 - 78 rotações - Lembrança / Céu sem estrelas
  • 1962 - 78 rotações - Cavalo branco / Mundo Louco
  • 1962 - 78 rotações - Flor do baile / Pobre destino
  • 1962 - 78 rotações - Pequeno mundo / Conversa vai
  • 1962 - 78 rotações - Moça gorda / Vestidinho de anjo
  • 1963 - 78 rotações - Justiça de um filho / Moda dos defeitos
  • 1963 - 78 rotações - Folha seca / Tem muita diferença
  • 1968 - Long-Play - O Sol e a Lua
  • 1977 - Long-Play - Pequeno mundo
  • 1978 - Long-Play - Sonho de corintiano
  • 1978 - Long-Play - Lembranças
  • 1979 - Long-Play - Os Maracanãs
  • 1979 - Long-Play - Melhor
  • 1980 - Long-Play - Zé Fortuna e Pitangueira

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.