Zalmoxis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Zalmoxis (em grego: Ζάλμοξις), também conhecido como Salmoxis (Σάλμοξις), Zamolxis (Ζάμολξις) ou Samolxis (Σάμολξις), era, de acordo com Heródoto,[1] um deus cultuado pelos getas que habitavam a região conhecida como Trácia na Antiguidade (atuais Romênia e Bulgária). Prometia imortalidade a seus devotos, e as tribos que o veneravam se comunicavam com ele através do sacrifício de uma vítima-mensageiro de quatro em quatro anos.[2]

Versões posteriores apresentaram-no de maneiras diferentes; uma interpretação evemerista alternativa, por exemplo, afirma que Zalmoxis seria um charlatão que utilizava idéias de Pitágoras, de quem ele havia sido escravo, e forjado uma "ressurreição" após reaparecer de uma câmara subterrânea três anos após sua morte.[2] Mais tarde, Platão o descreveu como um rei divinizado, a quem, tal como Ábaris, eram atribuídos feitiços de cura.[2] Jordanes, no século VI d.C., e outros autores durante os séculos XIX e XX (especialmente na Romênia), o descreveram como o único deus dos getas (que não devem ser confundidos, neste contexto, com os trácios ou seus parentes, o dácios), ou um lendário reformador social e religioso dos getas, a quem ele teria ensinado a crença na imortalidade, a tal ponto que eles consideravam a morte apenas como a ida ao encontro de Zalmoxis.[carece de fontes?]

Segundo Heródoto, Zalmoxis também era chamado por alguns getas de Gebeleizis, o que fez alguns estudiosos acreditarem que os getas seriam henoteístas, ou até mesmo politeístas. Existe ainda outra discussão a respeito do caráter ctônico, infernal, urânico ou celestial de Zalmoxis.

Referências

  1. Heródoto, Histórias, IV, 93-96).
  2. a b c Oxford Classical Dictionary, Simon Hornblower e Antony Spawforth (eds.), p. 1633, verbete "Zalmoxis".

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Fontes primárias[editar | editar código-fonte]

Fontes secundárias[editar | editar código-fonte]

  • Dana, Dan. Zalmoxis de la Herodot la Mircea Eliade. Istorii despre un zeu al pretextului, Polirom, Iași, 2008
  • Eliade, Mircea. Zalmoxis, the vanishing God
  • Kernbach, Victor. Miturile Esenţiale, Editura Ştiinţifică şi Enciclopedică, Bucareste, 1978
  • Popov, Dimitar. Bogat s mnogoto imena (O deus com diversos nomes), Sofia, 1995
  • Venedikov, Ivan. Mitove na bulgarskata zemya: Mednoto Gumno (Mitos da terra búlgara: a eira de cobre), Sofia, 1982322234123365gdgdf

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Busca Wikisource Wikisource tem o texto da
Encyclopædia Britannica (11ª edição)
artigo Zalmoxis.
Ícone de esboço Este artigo sobre Mitologia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.