Zeca Baleiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zeca Baleiro
Informação geral
Nome completo José Ribamar Coelho Santos
Nascimento 11 de abril de 1966 (48 anos)
Origem Arari, Maranhão
País  Brasil
Gênero(s) Samba, mpb, pop, pop rock, rock
Instrumento(s) Voz, violão, guitarra
Período em atividade 1997 - atualmente
Gravadora(s) MZA, Universal Music, Abril Music
Afiliação(ões) Chico César, Vange Milliet, Fagner, Moska, Lenine, Simone, Zé Ramalho, Martinho da Vila
Página oficial www.zecabaleiro.com.br

José Ribamar Coelho Santos (Arari, 11 de abril de 1966), mais conhecido como Zeca Baleiro, é um cantor, compositor, cronista, e músico brasileiro de MPB. Transferiu-se para São Paulo onde lançou sua carreira. Zeca canta, toca violão e já teve suas composições interpretadas por Simone, Gal Costa, Elba Ramalho, Vange Milliet, Adriana Maciel, Luíza Possi, Rita Ribeiro, Renato Braz e Claudia Leitte. Em 2011, lançou um livro de crônicas intitulado Bala na agulha[1] . Atualmente, além da carreira de músico, é colunista mensal da revista Isto É.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

O nome José de Ribamar é uma homenagem a São José de Ribamar, santo dos maranhenses.[3] O apelido - Baleiro - vem do fato de gostar muito de doces. Tanto que, quando cursava faculdade costumava ter sempre balas para consumir entre as aulas.[4] É o que pode ser percebido nas próprias palavras do Zeca: "Sempre fui um grande consumidor de doces, balas e toda sorte de guloseimas. Quando ingressei na universidade, entre uma aula e outra, saboreava minhas balas. Quando alguém desejava comer uma, vinha até mim. Daí para começarem a me chamar de baleiro foi um passo. Confesso que a princípio aquilo não soava bem aos meus ouvidos."[5] Antes de dedicar-se exclusivamente à música, chegou, inclusive, a abrir uma loja de balas, tortas e doces caseiros.

Carreira Musical[editar | editar código-fonte]

Zeca começou sua carreira compondo melodias e músicas para peças infantis de teatro, onde se destacou pela qualidade de suas letras. Mudou-se para Belo Horizonte, onde cantava pelos bares da cidade. Foi morar em São Paulo, onde dividia um apartamento com seu parceiro musical Chico César. Apesar de sua carreira musical já existir 12 anos antes de gravar seu primeiro disco em 1997, seu salto para a fama foi em sua participação no Acústico MTV de Gal Costa com a canção "A Flor da Pele", que lhe valeu projeção nacional. Nos anos seguintes gravou mais cinco discos com participação de outros cantores do Brasil, muitos dos quais são seus parceiros em composições como: Chico César, Rita Ribeiro, Lobão, O Teatro Mágico, Arnaldo Antunes, Zé Geraldo, Paulinho Moska, Lenine, Fagner, Zeca Pagodinho, Genival Lacerda e Zé Ramalho. Sua música deriva de muitos ritmos tradicionais brasileiros: samba, pagode, baião com elementos do rock, pop e música eletrônica com um modo muito particular de tocar violão. Em 2012, o Charlie Brown Jr. convidou o Zeca Baleiro, e ambos gravaram juntos a versão ao vivo da canção Proibida pra Mim (Grazon) no CD/DVD Música Popular Caiçara (Ao Vivo), lançado em Maio de 2012.

Musicografia[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Estúdio[editar | editar código-fonte]
Ao Vivo[editar | editar código-fonte]
Coletâneas Musicais[editar | editar código-fonte]
Trilhas[editar | editar código-fonte]
Trilha Sonora Telenovelas

Zeca Baleiro teve muitas de suas canções incluídas em trilhas sonoras de telenovelas da Rede Globo, Rede Bandeirantes e Rede Record, algumas delas são:

Trilha Sonora Filmes
Participação especial[editar | editar código-fonte]
  • 1997 - CD Acústico MTV de Gal Costa - Música "À Flor da Pele"
  • Brésil
  • Calor do Brasil
  • Metamophoses
  • MPBZ by Marco Mazzola
  • Novo Canto
  • O Melhor do Acústico MTV
  • Palco MPB
  • Reggae Around the World
  • 2005 - Tributo a Odair José - Vou Tirar Você Desse Lugar - Música "Eu, Você e a Praça"
  • 2008 - CD Segundo Ato da banda O Teatro Mágico - Música Xanéu N. 05
  • 2008 - DVD "Zoombido Para Se Fazer Uma Canção - V.1" - Canções "Cigarro", "Flores No Asfalto" e "Você só Pensa em Grana (com Moska")
  • 2008 - DVD Intimidade de Oswaldo Montenegro - Música Léo e Bia
  • 2009 - DVD "Tributo a Elpídio dos Santos" - Músicas: Fogo no Rancho e Fantasia Cigana
  • 2009 - CD "Balaio do Sampaio" - Canção "Tem Que Acontecer"
  • 2010 - CD "Mr. Lennon" - Canção "Mother"
  • 2012 - CD Música Popular Caiçara (Ao Vivo) do Charlie Brown Jr. - Música Proibida pra Mim (Grazon)

Livros[editar | editar código-fonte]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Indicação/Categoria Trabalho (Canção/Álbum) Resultado Ref.
1997 Jornal do Brasil "Cantor Revelação do Ano" Venceu [10]
Prêmio APCA "Melhor Cantor" Venceu [10]
1998 Prêmio Sharp 98 "Artista Revelação" Venceu [10]
"Melhor Álbum" Por Onde Andará Stephen Fry? Venceu [10]
"Troféu Melhor Música" Bandeira Venceu [10]
MTV Video Music Brasil 1998 "Melhor Videoclipe de Artista Revelação" Indicado [11] [12]
"Melhor Videoclipe de MPB" Indicado
2000 Grammy Latino de 2000 "Best Brazilian Pop Album (Melhor Álbum Pop Brasileiro)" Vô Imbolá Indicado [13] [6]
2001 Grammy Latino de 2001 "Best Brazilian Contemporanean Pop Album (Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro)" Líricas Indicado [14]
2003 Grammy Latino de 2003 "Best Brazilian Contemporary Pop Album (Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro)" Pet Shop Mundo Cão Indicado [15]
2005 Grammy Latino de 2005 "Best Brazilian Contemporary Pop Album (Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro)" Baladas do Asfalto e Outros Blues Indicado [15]
2009 Grammy Latino de 2009 "Best Brazilian Contemporary Pop Album (Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro)" O Coração do Homem Bomba - Ao Vivo (Ao Vivo Mesmo) Indicado [15]
2010 Prêmio da Música Brasileira "Canção Popular" O Coração do Homem Bomba - Ao Vivo (Ao Vivo Mesmo) Venceu [10]
2012 MTV Video Music Brasil 2012 "Melhor Capa" O Disco do Ano Indicado [16]
2014 Grammy Latino de 2014 "Melhor Álbum de MPB" Calma Aí, Coração - Ao Vivo Pendente [17]
"Melhor Canção Brasileira" Calma Aí, Coração Pendente [17]

Referências

  1. Você pode ganhar um livro de Zeca Baleiro! Bienalpernambuco.com. Visitado em 14 de março de 2012.
  2. [1] Istoe.com.br. Visitado em 14 de março de 2012.
  3. Biografia - Zeca Baleiro Guiadasemana.com.br. Visitado em 14 de março de 2012.
  4. Biografia - Zeca Baleiro Pensador.uol.com.br. Visitado em 14 de março de 2012.
  5. Zeca Baleiro - Biografia Jornallivre.com.br. Visitado em 14 de março de 2012.
  6. a b c d e f mpbnet.com.br/
  7. gshow.globo.com/ #Clipe! "Proibida Pra Mim", de Zeca Baleiro, embala as cenas de Davi e Manu: confira
  8. https://pt.wikipedia.org/wiki/Lado_a_Lado
  9. midiatotal.net/ Ai que Saudade D'ocê - Tema de Vicente e Cristina em Império!
  10. a b c d e f dicionariompb.com.br/
  11. mtv.uol.com.br/ Lista dos indicados e vencedores do VMB 1998 no MTV.com.br
  12. ultramix.com.br/
  13. educacional.com.br/ Zeca Baleiro
  14. terra.com.br/ Grammy Latino 2001
  15. a b c zecabaleiro.uol.com.br/ Perfil do artista
  16. mtv.uol.com.br/ Lista dos indicados e vencedores do VMB 2012 no MTV.com.br
  17. a b Nominados - 15a Entrega Anual del Latin Grammy (em espanhol). Visitado em 11 de outubro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Zeca Baleiro
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Zeca Baleiro