Zeca Diabo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox question.svg
Esta página ou seção carece de contexto (desde fevereiro de 2011).

Este artigo (ou seção) não possui um contexto definido, ou seja, não explica de forma clara e dire(c)ta o tema que aborda. Se souber algo sobre o assunto edite a página/seção e explique de forma mais clara e objetiva o tema abordado.

Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Zeca Diabo
Personagem de O Bem Amado
Origem  Brasil
Sexo Masculino
Espécie Humano
Actividade(s) Cangaceiro
Afiliações Odorico Paraguaçu
Inimigo(s) Coronel Lindário de Gouveia
Criado por Dias Gomes
Seriado(s) O Bem Amado
Primeira aparição O Bem Amado
Última aparição O Bem Amado (filme)
Interpretado por Lima Duarte
José Wilker
Projecto Televisão  · Portal Televisão

Zeca Diabo é um personagem fictício de um cangaceiro sucupirano foragido da polícia pelo assassinato de seu inimigo, Lindário de Gouveia, prefeito de Sucupira, assassinado por este em 1961.

Zeca Diabo, fiel a Padre Cícero, após o assassinato de seu inimigo, fugiu da polícia e de Sucupira num lugar desertico e perigoso.

Ansioso para inaugurar o cemitério de Sucupira, Odorico Paraguaçu manda seu secretário procurar pelo cangaceiro para ele ajuda-lo a inaugurar o cemitério da cidade e o nomeia delegado, mas na verdade foi o próprio prefeito que inaugurou o cemitério, quando foi morto por Zeca, na Prefeiura de Sucupira, no dia da renúncia de Jango.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.