Zhiqing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os Zhiqing ou Juventude rústica da China, conhecido na China como 知识青年 (Zhishi Qingnian) ou simplesmente 知青, é um termo usado na República Popular da China para se referir a um jovem que tinha recebido um elevado nível de educação, especialmente aqueles que no início dos anos 1950 até o fim da Revolução Cultural, voluntariamente ou sob coacção, deixaram a zona urbana e foram "rustificados" (foram enviados para as zonas rurais para assumir a vida dos camponeses).[1] Tratou-se de um grupo de cerca de 17 milhões de jovens das cidades chinesas, correspondendo a uma campanha política da República Popular da China liderado por Mao Tse-tung durante a Revolução Cultural. O Partido Comunista Chinês quis transformar a juventude urbana nesses agricultores para o resto suas vidas. A grande maioria daqueles que foram receberam elementar educação no ensino médio, e apenas uma pequena minoria foi matriculada no nível pós-secundário ou universitário.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bernstein, Thomas P. (1977). Up to the Mountains and Down to the Villages: The Transfer of Youth from Urban to Rural China. New Haven, CT: Yale University Press.
  • Yihong Pan. (2003). Tempered in the Revolutionary Furnace: China’s Youth in the Rustication Movement. Lanham, MD: Lexington Books.