Zigosidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde abril de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.

Zigosidade refere-se a condição genética de um zigoto. Em genética, a zigosidade descreve a similaridade ou dissimilaridade de ADN entre cromossomas homólogos em uma específica posição alélica ou gene.

Os termos homozigoto, heterozigoto e hemizigoto são usados para simplificar a descrição do genótipo de um organismo diploide em um único locus genético. Em um gene ou em uma posição dada ao longo de um cromossoma (um locus), a sequência do ADN pode variar entre indivíduos na população. Os segmentos variáveis do ADN são referidos como alelos, e os organismos diplóides têm geralmente dois alelos em cada locus, um alelo para cada um dos dois cromossomos homólogos. Indicado simplesmente, homozigoto descreve dois alelos idênticos ou sequências do ADN em um locus, heterozigoto descreve dois alelos diferentes em um locus, e hemizigoto descreve a presença de somente uma única cópia do gene em um organismo de outra maneira diplóide.

Zigosidade é também usada para descrever a condição genética do(s) sigoto(s) dos quais gêmeos emergem, onde se refere à similaridade ou dissimilaridade do ADN dos gêmeos. Gêmeos idênticos são monozigóticos - desenvolvem-se de um zigoto (um ovo fertilizado que desenvolve-se em dois embriões). Gêmeos fraternos são dizigóticos - desenvolvem-se separadamente de dois zigotos (dois ovos fertilizados).

Para uma mais completa descrição destes termos e variações, ver o artigo "gêmeos".

Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.