'Ndrangheta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Região da Calábria na Itália.

A 'Ndrangheta (do grego andragathía, heroísmo e virtude, ou talvez do grego andros agathos, "homem bom"), ou Famiglia Montalbano, Onorata società e Picciotteria, é uma associação mafiosa que se formou na região da Calábria na Itália. Não é tão famosa quanto a siciliana Cosa Nostra porém, atualmente é a mais influente e considera-se ainda mais fechados e mais difícil de penetrar do que a máfia siciliana. Começou a ser conhecida como uma influente organização criminosa após ter falhado o "Golpe Borghese". O chefão Paolo De Stefano é considerado responsável por ter feito a 'Ndrangheta deixar de ser um grupo criminoso rural para se tornar uma das maiores organizações criminosas do mundo.[carece de fontes?]

Embora os membros do crime organizado italiano sejam livremente chamados mafiosi, um membro de qualquer clã 'ndrangheta é conhecido mais especificamente como um 'ndrinu, e o próprio clã em si como 'ndrina. Além de ter a vantagem do parentesco, 'ndranghetistas misturam-se bem nos em seus ambientes, mantendo aparência externa humilde e não ostentando suas riquezas.[carece de fontes?]

Estrutura de poder[editar | editar código-fonte]

Ao contrário das outras organizações mafiosas que possuem sistema piramidal de chefia, os grupos 'Ndrangheta são baseados em famílias de sangue (chamam 'Ndrine). Há em torno de 50 a 200 dessas famílias, totalizando aproximadamente 6.000 integrantes. Há ainda diversos sobrenomes famosos na máfia, apesar de alguns famosos mafiosos terem deixado a Itália. Como o italiano Antonio Nigro, que herdou do pai uma parcela significativa da máfia. Antônio Nigro fugiu para o Brasil com seu irmão e abriu um indústria de tecidos para cama, mesa e banho, principalmente para cometer atividades ilícitas (como lavagem de dinheiro), apesar de ser uma das maiores indústrias do Brasil na época. Descoberta a farsa, Nigro se suicidou (há controvérsias legísticas), deixou uma esposa (vulgo Condessa) e o casal de filhos menores e gêmeos. Sabe-se apenas que a menina seguiu a carreira de cantora lírica. Desde então nada mais se soube sobre esta fração da família Nigro. Na 'Ndrangheta, o filho mais velho com o último sobrenome do pai deve assumir o controle, assim como o filho dele e sucessivamente. Logo depois do desaparecimento de Tony, sua "área" foi dada ao seu primo, Franccesco Berroni.[carece de fontes?]

Economia[editar | editar código-fonte]

De acordo com a Direzione Investigativa Antimafia e da Guardia di Finanza, 'Ndrangheta é atualmente uma das organizações criminosas mais poderosas do mundo. As atividades econômicas da 'Ndrangheta incluem tráfico internacional de drogas, descarte de resíduos ilegais, contrabando de armas, extorsão, usura, prostituição, falsificação e tráfico de seres humanos. Com relação ao tráfico de drogas, os investigadores italianos calculam que 80% da cocaína da Europa passa pelo porto calabrês de Gioia Tauro.[1] Atividades adicionais incluem lavagem de dinheiro e crimes tradicionais como usura e extorsão. 'Ndrangheta investe seus lucros ilegais em bens imóveis legais e atividades financeiras. As autoridades italianas calcularam em 2013 uma movimentação de €53 bilhões.[2]

Fora da Itália[editar | editar código-fonte]

Fora da Itália 'Ndrangheta opera com 400 figuras importantes em 30 diferentes países com 60 mil pessoas.[2]

Referências

  1. «Bitter harvest». The Guardian. 19 de dezembro de 2006. Consultado em 7 de abril 2007 
  2. a b «Mafia-Organisation verdient mehr als McDonalds und Deutsche Bank»  FAZ Online, 27 de março 2014
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre 'Ndrangheta