Água Tépula

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mapa da Água Tépula atravessando o Lácio até a chegada em Roma.
Mapa da Água Tépula em Roma (trecho conhecido) em vermelho.

Água Tépula (em latim: Aqua Tepula) é um antigo aqueduto romano construído em 126 a.C. pelos censores Cneu Servílio Cepião e Lúcio Cássio Longino. Sua fonte fica nos montes Albanos, a meros dezoito quilômetros de Roma, onde entrava pela Porta Tiburtina[1].

Frontino conta que as águas da Água Tépula eram mornas e impróprias para o consumo humano. Em 33 a.C. houve uma tentativa de esfriá-las misturando-as com as águas geladas da nova Água Márcia num tanque que era depois dividido em duas linhas separadas até dois terminus diferentes. Com um nível mais alto que a Água Márcia, a Água Tépula podia entregar água em muito mais pontos da cidade. Porém, a baixa qualidade da água acabou por minar seu sucesso. Era o mais curto aqueduto de Roma e entregava 17 800 m3 de água por dia, uma quantidade ínfima para o padrão dos demais aquedutos da cidade.

Referências

  1. Frontino, De Aquaed. 8; Cícero, Verr. O 55; Veleio Patérculo II 10.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Água Tépula