Água doce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o município brasileiro, veja Água Doce (Santa Catarina).
Terra vista da Apollo 17. A camada de gelo da Antártida na base da foto contém 61% da água doce ou 1,7% de toda a água da Terra.


Chama-se água doce a água dos rios, lagos e a maioria dos lençóis subterrâneos, com uma salinidade próxima de zero, por oposição à água do mar (que tem geralmente uma salinidade próxima de 35 gramas de sais dissolvidos por litro) e à água salobra, como a dos estuários, que tem uma salinidade intermédia.

Apesar do que o nome sugere, a água doce não contém açúcar.


Distribuição da água doce na Terra[editar | editar código-fonte]

No planeta de toda a água existente cerca de 97% é água salgada.[1][2] A água doce representa 2,5%-2,75% de toda a água da Terra,[2] estando em rios, lagos, aquíferos e vapor.[1]

O Lago Baikal, na Sibéria é o lago com o maior volume de água doce do planeta.

A água doce distribui-se desta forma:

As águas dos lagos, rios, represas e as águas subterrâneas são consideradas "água disponível para consumo humano", correspondentes a 22,4% do total da água doce existente na Terra. Dessa água doce disponível, as águas subterrâneas correspondem a cerca de 97~98%, e os rios e lagos correspondem a 2% apenas. A "água disponível para consumo humano" não é necessariamente água potável (ou própria para beber).

Ciclo da água[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: ciclo da água

A água doce é procedente de um processo de precipitação (chuva, granizo, neve) ou do degelo de geleiras. O processo de evaporação, queda e consumo de água é conhecido por ciclo da água. Todos os seres vivos precisam de água para viver.[1] Está presente em todas as células e cada ser precisa duma certa quantidade, variando para cada espécie. Os seres vivos libertam água ao transpirar e respirar.

A água dos oceanos ao evaporar, deixa ficar o sal para trás. A água volta a cair na forma de chuva, infiltrando-se nos vários recursos hídricos e infiltrando-se no solo, formando os aquíferos.

Usos[editar | editar código-fonte]

A água tem variados usos para os humanos. É essencial para a vida: as células humanas são formadas por 70% de água. As perdas de água são repostas diariamente, para manter o equilíbrio.

É usada para cozinhar e para limpeza. O uso da água é indispensável na agricultura e também em várias indústrias. Trata-se portanto dum bem precioso.

Recurso limitado[editar | editar código-fonte]

Apesar de grande parte do planeta ser formado por água, apenas uma pequena parte serve para consumo. A água doce está presente nos vários recursos hídricos e na atmosfera. A quantidade existente no planeta é constante. A água passa pelo ciclo da água, passando por diversas fases.

Consoante a quantidade de chuva, existem áreas com mais água do que outras. A poluição dos rios causada pela atividade humana, reduz a quantidade disponível para consumo.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]