Água gaseificada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Um copo de água com gás
Bolhas de dióxido de carbono da água carbonatada.

Água gaseificada (ou água com gás) é água que contém dióxido de carbono (CO2) dissolvido, que é injetado artificialmente sob pressão ou decorrente de processos geológicos naturais. A carbonação causa a formação de pequenas bolhas, o que confere à água qualidades efervescentes. É comum encontrar-se sob a forma de água com gás mineral ou água com gás produzida comercialmente.[1] Mediante a adição de açúcar e de substâncias com sabor à água carbonatada, criou-se a base dos refrigerantes atuais.

Águas gaseificadas contém minerais dissolvidos, sob a forma de iões, tais como: Sílica (SiO2), Bicarbonato (HCO
3
), Cloreto (Cl), Nitrato (NO
3
), Sódio (Na+), Cálcio (Ca2+) e Magnésio (Mg2+).[2]


Referências

  1. Gastropod, Nicola Twilley, Cynthia Graber (13 de dezembro de 2016). «The Medical Origins of Seltzer». The Atlantic (em inglês). Consultado em 2 de janeiro de 2020 
  2. Group, Super Bock (7 de dezembro de 2017). «PEDRAS SALGADAS "Água com vida"» (PDF). Consultado em 2 de janeiro de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.