Álvaro Dias de Sousa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

D. Álvaro Dias de Sousa (c. 1330 - Espanha, 1365) foi um rico-homem do Reino de Portugal detentor do senhorio de Mafra, que corresponde à actual vila portuguesa no Distrito de Lisboa, região de Lisboa e sub-região da Grande Lisboa. Foi igualmente senhor de Ericeira e de Enxara dos Cavaleiros, na freguesia de Enxara do Bispo e o 16.º senhor da Casa Sousa.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de D. Diogo Afonso de Sousa (1305 -?), senhor de Mafra e Ericeira e de D. Violante Lopes Pacheco (?- 1365), filha de D. Lopo Fernandes Pacheco (c. 1280 -?), 7.º senhor de Ferreira de Aves e de Maria Gomes Taveira. Casou cerca de 1360 com D. Maria Teles de Menezes (1338Coimbra, novembro de 1379), filha de D. Martim Afonso Telo de Menezes e de Aldonça Anes de Vasconcelos, de quem teve:

  1. D. Lopo Dias de Sousa (Coimbra, 1350Pombal, 9 de fevereiro de 1435). Foi senhor de Mafra, de Ericeira e de Enxara dos Cavaleiros.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Anselmo Braamcamp Freire, Brasões da Sala de Sintra-3 vols. Imprensa Nacional-Casa de Moeda, 2ª Edição, Lisboa, 1973. vol. I-pg. 279.
  • Manuel da Costa Juzarte de Brito, Nuno Borrego e Gonçalo de Mello Guimarães, Livro Genealógico das Famílias desta Cidade de Portalegre, 1ª Edição, Lisboa, 2002, pág. 680.
  • D. António Caetano de Sousa, História Genealógica da Casa Real Portuguesa, Atlântida-Livraria Editora, Lda, 2ª Edição, Coimbra, 1946. Tomo XII-P-pág. 162.
  • José Augusto de Sotto Mayor Pizarro, Linhagens Medievais Portuguesas - 3 vols, Universidade Moderna, 1ª Edição, Porto, 1999, vol. 1-pg. 184.
  • Manuel José da Costa Felgueiras Gaio, Nobiliário das Famílias de Portugal, Carvalhos de Basto, 2ª Edição, Braga, 1989, vol. X-pág. 323 (Sousas).

Referências