Álvaro Gonçalves de Ataíde, 1.º Conde de Atouguia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde março de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Dom Álvaro Gonçalves de Ataíde (ca. 13901452), 1º Conde de Atouguia era filho de Martim Gonçalves de Ataíde, alcaide-mor de Chaves, e de Dona Mécia Vasques Coutinho, aia dos Infantes da Ínclita Geração, filhos de D. João I. Foi figura proeminênte da Corte nos governos do Regente D. Pedro, Duque de Coimbra e de D. Afonso V. Em 1448. D. Álvaro alinhou no partido do Rei e do Duque de Bragança contra o Infante D. Pedro, Duque de Coimbra, que terminou na Batalha de Alfarrobeira a 20 de Maio de 1449. Sendo aio do Rei D. Afonso V, a sua posição privilegiada junto do monarca granjeou-lhe o título de Conde de Atouguia em 1448. Foi ainda alcaide dos castelos de Atouguia, Vinhais, Monforte de Rio Livre e Coimbra.

Terá sido um dos primeiros vinte e sete cavaleiros a receber a Ordem da Torre e Espada[1][2].

Em 1445 armou uma das 26 caravelas que se destinavam à Guiné, da qual nomeou capitão João de Castilha, diz «Nobreza de Portugal», tomo II, página 331: «juntamente com uma caravela de Picanço e outra de Tavira, esteve em Palma e na Gomeira, onde realizou proezas com ajuda de dois capitães, Bruco e Piste, que ali residiam e se tornaram serviçais do Infante. Foi cavaleiro da Ordem da Espada e aio de D. Afonso V de Portugal.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Casou com Dona Guiomar de Castro, que foi aia da Infanta Dona Leonor, depois imperatriz da Alemanha, filha de Dom Pedro de Castro, senhor de Cadaval, e sua mulher Dona Leonor Teles de Menezes.

Foi-lhe concedido o título de conde de Atouguia com doação e jurisdição deste vila, por carta de 17 de dezembro de 1448, de Afonso V.

Seu filho Dom Martinho de Ataíde foi o 2º conde[3].

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
novo título
Armas dos Ataíde, titulares do Condado de Atouguia
Conde de Atouguia

1448 — 1452
Sucedido por
Martinho de Ataíde