Área Protegida das Ilhas Fénix

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pix.gif Área Protegida das Ilhas Fénix *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Rotjan - Enderbury Day 1 - 2nd half (62).JPG
Recife de Corais no (atol de Enderbury)
País  Kiribati
Tipo Natural
Critérios (vii) (ix)
Referência 1325 en fr es
Região** Ásia e Oceania
Coordenadas 3° 38' 59" S 172° 51' 27" O
Histórico de inscrição
Inscrição 2010  (? sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

A Área Protegida das Ilhas Fénix é uma área protegida do Kiribati, localizada no Oceano Pacífico Sul e constituída por um conjunto de 8 ilhas (que são vulcões presumidamente inativos, emersos no oceano), centenas de ilhotas, atóis e arrecifes, 14 vulcões imersos e inativos, além da extensão territorial marítima circundante, totalizando uma área de 408.250 km². É a maior área marítima protegida do mundo, instituída em março de 2006 pelo governo do presidente Anote Tong. Representa 12% da extensão territorial do Kiribati.[1][2]

Em 2010 foi integrada à lista do Património Mundial da Humanidade da UNESCO, por "constituir-se em um dos últimos ecossistemas intactos de arquipélagos oceânicos de corais do mundo".[3]

O sítio é interdito à exploração econômica de seus recursos naturais. A reserva é habitat, refúgio e rota de migração de, já identificadas, 200 espécies de corais, 500 espécies de peixes, 18 mamíferos marinhos e 14 espécies de aves.[4]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. (em inglês)UNESCO - WHC. «Área Protegida das Ilhas Fénix». Consultado em 22 de janeiro de 2016 
  2. (em inglês) "Phoenix Islands Protected Area" Arquivado agosto 10, 2011 no WebCite , site oficial
  3. (em francês) "Aire protégée des îles Phoenix", Patrimoine mondial de l'UNESCO
  4. (em inglês) "Interview with a Drowning President, Kiribati's Anote Tong", The Nation, 1-10-2010