Áreas protegidas do Panamá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Parques nacionais panamenhos em 2009
As áreas protegidas do Panamá são territórios naturais em diferentes estados de conservação, que beneficiam de diferentes níveis de proteção, e que corresponde ao conceito de área protegida. Embora o objetivo principal dessas áreas seja invariavelmente a conservação da natureza, seus objetivos específicos podem variar amplamente, indo desde a proteção estrita até o uso controlado dos recursos naturais locais.

Autoridade Nacional do Ambiente de Panamá (ANAM)[editar | editar código-fonte]

No Panamá, a instituição estatal encarregada de proteger, cuidar e velar pela preservação dos recursos naturais e do ambiente, é a Autoridade Nacional do Ambiente de Panamá (ANAM).

A Reserva da Biosfera La Amistad Panama contém outras sete áreas protegidas em seu interior

Dentro dessa dependência estatal, encontra-se a Direção de Áreas Protegidas e Vida Silvestre, a qual tem como objetivo fundamental "definir, elaborar e implementar políticas e normas de manejo e conservação das Áreas Protegidas, da Vida Silvestre".[1] Além disso, essa instituição também é encarregada de "Administrar o Sistema Nacional de Áreas Protegidas a fim de que garantir a integridade das mesmas, a prestação dos serviços ambientais e interaja com as comunidades e usuários".[1]

Categorias[editar | editar código-fonte]

As categorias de áreas protegidas previstas na legislação nacional são:

  1. Parque nacional
  2. Parque nacional marinho
  3. Reserva florestal
  4. Reserva hidrológica
  5. Reserva natural
  6. Monumento natural
  7. Refugio vida silvestre
  8. Corredor biológico
  9. Zona de proteção hidrológica
  10. Área recreativa
  11. Bosque protector
  12. Área silvestre
  13. Humedal[2]
  14. Reserva da biosfera (programa Homem e Biosfera da UNESCO)

Referências

  1. a b Autoridad nacional del Medio Ambiente.
  2. Navarro Q., Juan Carlos (2001).