Átalo I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Átalo I
Busto de Átalo I, ca. 200 a.C., Museu de Pérgamo, Berlim
Nascimento 269 a.C.

Átalo I Sóter foi rei de Pérgamo entre 241 e 197 a.C.[1]

Era primo e filho adotivo de Eumenes I, a quem sucedeu, dando origem à Dinastia Atálida. Seus pais foram Átalo e Antíoque, princesa do império Selêucida. Em seu reinado foram contidas as invasões dos gálatas, que por mais de uma geração vinham amedrontando e saqueando a Ásia Menor. Era um general capaz e corajoso, e um aliado leal da Roma Antiga, tendo desempenhado um papel importante nas Guerras Macedônicas contra Filipe IV da Macedônia, conduzindo diversas operações navais no mar Egeu. Como resultado acumulou fortuna em botins de guerra, e conquistou para Pérgamo a ilha de Egina.

Morreu com 72 anos, enquanto estava reunido com o conselho de guerra da Beócia pouco antes do fim da segunda das guerras macedônicas. Teve uma vida familiar feliz com sua esposa e quatro filhos. Foi sucedido por um deles, Eumenes II.

Referências

  1. Hansen, p. 26. Livy, 33.21–22, says that Attalus died in the consulship of Cornelius and Minucius (197 BC) at the age of 72, having reigned 44 years. Polybius, 18.41, also says that he died at 72 and reigned 44 years. Strabo, 13.4.2, says that he reigned 43 years.