Ângelo Tomás do Amaral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ângelo Tomás do Amaral
Nascimento 29 de agosto de 1822[carece de fontes?]
Rio de Janeiro
Flag of the United Kingdom of Portugal, Brazil, and the Algarves.svg Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves
Morte 7 de agosto de 1901 (78 anos)[carece de fontes?]
Rio de Janeiro
 Brasil
Nacionalidade portuguesa / brasileira
Progenitores Pai: Antônio José do Amaral
Ocupação político e jornalista

Ângelo Tomás do Amaral ComNSC (Rio de Janeiro, 29 de agosto de 1822[carece de fontes?] — Rio de Janeiro, 7 de agosto de 1901?) foi um político, engenheiro ferroviário e jornalista brasileiro.

Filho do professor e jornalista Antônio José do Amaral, exerceu diversos cargos públicos no Rio de Janeiro. Foi deputado geral pelo Amazonas.[1]

Foi presidente das províncias do Amazonas, em 1857, Alagoas, de 1857 a 1859, e Pará, de 8 de agosto de 1860 a 4 de maio de 1861.

Escreveu na Folha da Tarde do Rio de Janeiro, entre 1869 e 1872. Foi agraciado comendador da Imperial Ordem de Cristo e da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa.[1].

Referências

  1. a b BLAKE, Augusto Victorino Alves Sacramento Blake. Diccionario bibliographico brazileiro. 7 vols, 1883.
Precedido por
Presidente da província do Amazonas
1857
Sucedido por
Precedido por
Presidente da província de Alagoas
1857 — 1859
Sucedido por
Precedido por
Presidente da província do Pará
1860 — 1861
Sucedido por