Ângulo horário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Em astronomia, o ângulo horário () de um objeto celeste é a diferença entre o tempo sideral local () e a ascensão reta () do objeto:

, expresso em horas.

Neste contexto, o ângulo horário de um objeto celeste é uma indicação de quanto tempo sideral passou desde o momento em que o objeto cruzou o meridiano local. Expressa a distância angular entre o astro e o meridiano, medida em horas (1 hora = 15 graus).

Por exemplo, se um objeto celeste tem um ângulo horário de 2,5 horas, isso significa que ele cruzou o meridiano local há 2,5 horas e está agora 37,5º a oeste do meridiano (2,5 x 15º = 37,5º).

Um ângulo horário de 0 horas indica que o objeto celeste se encontra exatamente sobre o meridiano local do observador. Para facilitar a visualização das posições, são por vezes utilizados ângulos horários negativos para expressar o tempo que falta até à passagem meridiana do objecto celeste: um valor de AH = −3 h significa que faltam 3 h até à passagem, ou seja, expresso na forma padrão, o ângulo horário é de 21 h (24 h - 3 h = 21 h).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Glossário de Astronomia

Abóbada celeste | Apoastro | Afélio | Albedo | Ascensão recta | Astro | Corpo celeste | Classificação estelar | Declinação | Diagrama de Hertzsprung-Russell | Eclíptica | Equador celeste | Equinócio | Esfera celeste | Estrela | Hemisfério celestial norte | Hemisfério celestial sul | Luminosidade | Intensidade de radiação | Magnitude aparente | Magnitude bolométrica | Nadir | Órbita | Periastro | Periélio | Planeta | Ponto vernal | Precessão dos equinócios | Sistema Solar | Solstício | Trópico | Zênite