École Nationale des Ponts et Chaussées

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
École Nationale des Ponts et Chaussées
École nationale des ponts et chaussées
Tipo escola de engenharia
Inauguração 1747 (275 anos)
Administração
Presidente(a) Benoît de Ruffray
Diretor(a) Sophie Mougard
Website oficial
Geografia
Coordenadas 48° 50' 28" N 2° 35' 16" E
Localização Champs-sur-Marne - França

A École Nationale des Ponts et Chaussées (ENPC) ("Escola Nacional de Pontes e Estradas"), em geral referida simplesmente por les Ponts, é a mais antiga escola de engenharia civil do mundo,[1] mantendo-se como uma das mais prestigiosas escolas de engenharia da Europa. Tem o seu campus em Marne-la-Vallée, um subúrbio de Paris, mantendo alguns dos seus departamentos em edifícios históricos de Paris. É uma das Grands Écoles de França e a mais antiga e prestigiada instituição integrada no ParisTech (Instituto de Tecnologia de Paris).[2]

Após a criação do Corpo de Pontes e Estradas em 1716, o Conselho do Rei decidiu em 1747 fundar um curso de formação específico para os engenheiros do estado, como École royale des ponts et chaussées. Em 1775, a escola tomou o nome atual de École nationale des ponts et chaussées, de Daniel-Charles Trudaine, num momento em que o Estado decidiu estabelecer um controle progressivo e eficiente da construção de estradas, pontes e canais, e em a formação de engenheiros civis.

O primeiro diretor da escola, de 1747 a 1794, foi Jean-Rodolphe Perronet, engenheiro, administrador do serviço público e colaborador da Encyclopédie de Denis Diderot e Jean le Rond d'Alembert. Sem professor, cinquenta alunos (entre os quais Lebon, Bernardin de Saint-Pierre, Pierre-Simon Girard, Riche de Prony, Méchain e Brémontier), inicialmente aprenderam geometria, álgebra, mecânica e hidráulica. Visitas a canteiros de obras, cooperações com cientistas e engenheiros e participação no desenho do mapa do reino usado para completar seu treinamento, que geralmente durava de quatro a doze anos.

Antigos alunos e professores[editar | editar código-fonte]

Entre os seus mais famosos antigos alunos, incluem-se:

Entre os seus professores inclui-se:

Referências

  1. (em francês) Exemple de l’École des Ponts ParisTech
  2. (em francês) ÉCOLE DES PONTS PARISTECH
  3. «Fallecimento» (PDF). Commercio de Joinville (304): 2. 4 páginas. 25 de fevereiro de 1911. Consultado em 15 de fevereiro de 2021 – via Hemeroteca Digital Catarinense 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.