Édson Cegonha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Édson Cegonha
Informações pessoais
Nome completo Édson de Souza Barbosa
Data de nasc. 20 de junho de 1943
Local de nasc. Rio de Janeiro, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Falecido em 17 de julho de 2015 (72 anos)[1].
Local da morte Rio de Janeiro, Brasil
Clubes de juventude
Brasil Bonsucesso
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1963–1969
1969–1973
1973–1975
Brasil Corinthians
Brasil São Paulo
Brasil Palmeiras
Seleção nacional
1966 Brasil Brasil

Édson de Souza Barbosa, mais conhecido como Édson Cegonha (Rio de Janeiro, 20 de junho de 1943 – Rio de Janeiro, 17 de julho de 2015[2]), foi um futebolista brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Atuava como volante e lateral-esquerdo. Destacou-se nas décadas de 1960 e 1970 jogando em clubes como São Paulo, Corinthians Paulista e Palmeiras.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Édson iniciou sua carreira atuando pelo Bonsucesso e, em 1963, chegou ao Corinthians, ficando no clube até fevereiro de 1969. Nesse período, foi campeão do Torneio Rio-São Paulo de 1966, o que lhe rendeu uma indicação na lista dos convocados para a Copa do Mundo de 1966. Pelo Corinthians, Édson atuou em 186 jogos (110 vitórias, 37 empates e 39 derrotas), tendo marcado dezessete gols.

Em 1969, Édson foi contratado pelo São Paulo, sagrando-se campeão estadual de 1970 e 1971. Enquanto defendeu o Tricolor paulista, disputou 205 partidas (106 vitórias, 51 empates e 48 derrotas), tendo marcado dezesseis gols. Em 1973, transferiu-se para o Palmeiras, onde jogou oitenta partidas (45 vitórias, 20 empates e 15 derrotas) e marcou três gols.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Foi casado com a sambista Beth Carvalho, com quem teve sua única filha, a cantora e compositora Luana Carvalho[2], nascida em 1981.

Morreu em julho de 2015, de falência múltipla dos órgãos.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Edson Cegonha, volante que marcou época no futebol paulista, morre aos 72 anos». O Globo. 17 de julho de 2015. Consultado em 6 de agosto de 2015. 
  2. a b c d Que Fim Levou?