Éolo Maia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nome completo Éolo Maia
Nascimento 27 de janeiro de 1942
Ouro Preto, Minas Gerais
Morte 16 de setembro de 2002 (60 anos)
Belo Horizonte, Minas Gerais
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Movimento Pós-modernismo
A Praça do Coliseu, no município de Timóteo, Minas Gerais, é um projeto de Éolo Maia.

Éolo Maia, (Ouro Preto, 27 de janeiro de 1942Belo Horizonte, 16 de setembro de 2002) foi um arquiteto brasileiro com importante influência na arquitetura contemporânea mineira.[1][2]

Estudou Arquitetura em Belo Horizonte, (1963), na Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais, formando-se em 1967.

Produziu muitos projetos em parceria com sua companheira Jô Vasconcellos.[1]

Contestador e irreverente, criou, no final da década de 1970, junto com Jô Vasconcellos e o arquiteto Sylvio de Podestá, as revistas Vão Livre e Pampulha, onde constestou os modelos de arquitetura vigentes. [3]

Principais obras[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.