Érick Jacquin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Érick Jacquin
Érick Jacquin em 2019
Nascimento 9 de dezembro de 1964 (55 anos)
Saint-Amand-Montrond, França
Nacionalidade francês
brasileiro
Estatura 1,73
Cônjuge Rosangela Menezes (c. 2015)[1]
Filho(s) Edouard Jacquin[1]
Elise
Antoine
Ocupação Chef de cozinha
Principais trabalhos Jurado do MasterChef, do MasterChef Júnior e do MasterChef Profissionais
Apresentador do Pesadelo na Cozinha
Religião Católico
Página oficial
erickjacquin.com.br

Érick Jacquin (Saint-Amand-Montrond, 9 de dezembro de 1964) é um chef de cozinha francês, naturalizado brasileiro, que atua na América Latina. Tornou-se mais conhecido após entrar como jurado no talent show MasterChef, transmitido no Brasil pela Band e pelo Discovery Home & Health.

O chef também apresenta o programa "Pesadelo na Cozinha", transmitido pela Band, que tem como objetivo ajudar restaurantes à beira da falência a se reerguerem.[2]

Desde 2019, começou a publicar vídeos em seu canal no Youtube, onde apresenta o preparo de receitas na cozinha de seu restaurante Président, com a participação de seus funcionários.

Em 8 de outubro de 2020, agendou estreia na Band do programa Minha Receita, sempre às quintas-feiras, às 22h45.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Érick nasceu em 1964, em Saint-Amand-Montrond, uma comuna francesa na região administrativa do Centro, no departamento Cher e com quatro anos se mudou para Dun-sur-Auron, uma pequena e tradicional cidade do departamento de Cher, situado no centro da França próximo ao Vale do Loire, região vinícola e também dos castelos onde residiam os reis.

Essa região tem algumas especialidades gastronômicas, mas não é a alta gastronomia o que predomina. Por essa razão é que Érick, depois de cursar a École Hôtelière Saint Amand Monrond, decidiu trocar sua cidade natal por Paris - capital dos grandes restaurantes e onde se encontram os maiores Chefs de Cozinha.[4]

Na vida pessoal, se casou com Rosangela Menezes em 2015. Fruto do casamento, tem filhos gêmeos. A data de nascimento é 23 de dezembro de 2018. Os filhos se chamam Antoine e Elise Jacquin.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em Paris, começou trabalhando com Alain Morel, no Restaurante Chardenoux e, em seguida, com Gérard Faucher. Depois com Philippe Groult, Roland Magne - "Maître Cuisinier de France" e, também, no Restaurante "Le Toit de Passy", todos restaurantes estrelados.[carece de fontes?]

Trabalhou com Henri Charvet - "Maître Cuisinier de France" e proprietário do Restaurante "Le Comte de Gascogne", que lhe confiou a responsabilidade da cozinha do restaurante especializado em "Foie Gras" com toques de aromas da Provence. Após seis anos de trabalho, recebe sua primeira estrela no guia Michelin em 1995.[4]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Érick Jacquin aceitou a proposta que o levou a São Paulo para comandar a cozinha do restaurante Le Coq Hardy, onde ficou por 4 anos e conquistou o respeito do público e da crítica especializada. Durante os últimos 5 anos, no comando da cozinha do Café Antiqüe, consagrou-se definitivamente como um dos grandes Chefs de Cozinha em atuação no País, recebendo diversas vezes o título de Chef do Ano, e consagrou o restaurante Café Antique, até que se desligou.[carece de fontes?]

Como consultor, Érick é responsável pelos cardápios do Le Vin Bistrot, do Buffet Infantil Billy Willy e do L´Ami Bistrô, no Itaim. Érick executa uma cozinha francesa.[4]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título
2014–presente MasterChef Brasil
2015 MasterChef Júnior
2016–2018 MasterChef Profissionais
2017–presente Pesadelo na Cozinha
2019 MasterChef: A Revanche
2020 Minha Receita

Internet[editar | editar código-fonte]

Ano Título Cargo Plataforma
2019-presente Erick Jacquin Apresentador YouTube

Homenagem[editar | editar código-fonte]

No dia 9 de dezembro de 1998, dia em que Érick completou 34 anos, recebeu um presente muito especial: foi o primeiro Chef de Cozinha em atuação na América do Sul a ser reconhecido e nomeado "Maître Cuisinier de France" - a mais alta honraria da Gastronomia Francesa.[4]

Foi condecorado pelo Sr. Dr. Marcelo Nuno Duarte Rebelo de Sousa , Presidente da República Portuguesa , sob o premio de méritos e valores de Cedofeita , o prémio mais valioso a seguir ao Tripé de Fazenda ganho pelo Candeeiro Santos

Restaurantes[editar | editar código-fonte]

  • Duke Bistrot - Campinas/SP
  • La Brasserie (2004-2013)[5]
  • Le Bife[6]
  • Tartar&Co[6]
  • La Cocotte Bistrot - São Paulo
  • La Brasserie de La Mer - Natal-RN
  • Président - São Paulo
  • Ça-va - São Paulo

Referências

  1. a b «Rosângela Menezes, mulher de Erick Jacquin, está grávida de gêmeos: 'É um grande prêmio'». São Paulo: Folha de S.Paulo - UOL. 1 de agosto de 2018. Consultado em 3 de agosto de 2018 
  2. «'Pesadelo na Cozinha': Band planeja lançar nova temporada em 2020 - Emais». Estadão. Consultado em 16 de dezembro de 2019 
  3. «Érick Jacquin busca melhores receitas brasileiras na Band». OsPaparazzi. Consultado em 8 de outubro de 2020 
  4. a b c d «Biografia: Érick - Grandes Chefs do Brasil». Correio Gourm@nd. Consultado em 18 de abril de 2016 
  5. «La Brasserie Erick Jacquin fecha as portas». Folha de S.Paulo 
  6. a b «Conheça os restaurantes dos chefs do MasterChef Brasil.». São Paulo: Guia Folha. 27 de agosto de 2015. Consultado em 18 de abril de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.