Érico Aorfel da Suécia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Érico Årsäll da Suécia)
Ir para: navegação, pesquisa

Érico Aorfel (conhecido na Suécia como Erik Årsäll, lit. Érico dos Bons Anos; em latim: Ericus Aorfel; ) foi um rei lendário, normalmente não incluído nas listas de reis, que teria sido o último rei pagão da Suécia.[1][2] O epíteto Årsäll deriva de terem havido anos de boas colheitas (årsäll) durante o seu tempo.[3] Teria governado de 1087 a 1088. Era filho de Sueno, o Sacrificador (Blot-Sven). Sucedeu a seu pai depois que este foi assassinado durante um ataque de Ingo I a Uppsala. Dizem que foi batizado como cristão, porém foi eleito pelos suecos pagãos como rei, ao aceitar os sacrifícios que exigiam a religião nórdica.

Sabe-se muito pouco sobre sua vida. Entretanto, supõe-se que na sua adolescência foi eleito rei em oposição a Ingo I, o rei cristão inimigo da religião nórdica. Foi rei por um pequeno período de tempo, pois Ingo I (Inge Stenkilsson) reassumiu o poder através da invasão de Uppsala. Não se sabe o ano exato da sua morte, mas o mais provável é que tenha sido assassinado pelas tropas de Ingo I. Quando este pôs fim às práticas pagãs, assassinou seus inimigos e destruiu o Templo de Uppsala. Tal como Blot-Sven e Kol, Erik Årsäll parece ser um fantasia sem nenhum fundamento histórico. [4][5]

Referências

Precedido por
Sueno, o Sacrificador
Rei da Suécia
1087-1088
Sucedido por
Ingo I
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.