Ênio Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ênio Santos
Nome completo Ênio de Azevedo Santos
Nascimento 15 de janeiro de 1922
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Nacionalidade brasileiro
Morte 30 de janeiro de 2002 (80 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Ocupação Ator e dublador
Atividade 1946-2001

Ênio de Azevedo Santos, conhecido como Ênio Santos (Porto Alegre, 15 de janeiro de 1922Rio de Janeiro, 30 de janeiro de 2002), foi um ator e dublador brasileiro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Porto Alegre, Mudou-se ainda menino, com apenas treze anos, para o Rio de Janeiro. Sua distração principal era ir às emissoras de rádio. Frequentava os programas de calouros e participava, pois queria ser cantor. Ia muito ao programa de Renato Murce, da Rádio Nacional, que era a principal emissora brasileira. Acabou por ser contratado como cantor, mas pela Rádio Record. de São Paulo, na década de 40. Já era um mocinho.[2]

Passou então, já profissional, para a carreira de ator de radioteatro, na década de 60. E também entrou para a Televisão Continental do Rio de Janeiro. Sua primeira telenovela foi na Rede Globo, em 1967, quando fez: Anastácia, a Mulher Sem Destino. Fez em seguida, na mesma emissora: Sangue e Areia. E em 1969: Rosa Rebelde e Véu de Noiva. Em 1970, fez: Irmãos Coragem. Em 1971: O Homem Que Deve Morrer. Em 1972: Uma Rosa Com Amor. Em 1973: O Semideus. Em 1975: Fogo Sobre Terra. Em 1975: Escalada. Em 1976: Estúpido Cupido. Em 1977: Dona Xepa e O Astro. Em 1979: Feijão Maravilha e Os Gigantes. Em 1980: Olhai Os Lírios do Campo e Água Viva.[2][3]

Em 1981, Ênio Santos passou a integrar a Rede Bandeirantes e fez: Os Imigrantes, novela de sucesso. Voltou à Rede Globo e fez, em 1982: Sétimo Sentido e Final Feliz. Em 1983, fez: Eu Prometo e Caso Verdade. Em 1986: Selva de Pedra. Em 1988, a minissérie: O Pagador de Promessas, O Primo Basílio e Vida Nova. Em 1989, fez: Tieta. Em 1990, a minissérie: Lá Mamma. Em 1991: Salomé. Em 1994: Incidente em Antares. Em 1996: Quem é Você? e em 2000: O Cravo e a Rosa. Todos esses últimos trabalhos ele fez na Rede Globo.[2]

No cinema, Ênio Santos fez os filmes: Fantasma Por Acaso, Asas do Brasil, Obrigado, Doutor, Poeira de Estrelas,Por Um Céu de Liberdade, Copacabana Me Engana, Os Condenados, As Moças Daquela Hora, Ipanema, Adeus, Tem Folga na Direção e Nunca Fomos Tão Felizes.[2]

Ênio Santos foi também um grande dublador de filmes, tendo se destacado ao fazer o Zangado, da Branca de Neve,o Timóteo, em Dumbo, o narrador em Hércules, a Fa Zu, em Mulan,o Chefe Ponto, em Moby Dick, o Willy Wonka, Fantástica Fábrica de Chocolate e entre outros trabalhos.[2]

Ênio Santos, faleceu de falência múltipla dos órgãos, em 30 de janeiro de 2002, na cidade do Rio de Janeiro. aos 80 anos de idade.[4][5]

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

No cinema[editar | editar código-fonte]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

Dublagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://famosos.culturamix.com/atores/enio-santos
  2. a b c d e http://www.museudatv.com.br/biografias/Enio%20Santos.htm
  3. http://veja.abril.com.br/noticia/celebridades/elenco-original-de-o-astro-relembra-historias-da-novela-campea-de-audiencia
  4. http://www.estadao.com.br/arquivo/arteelazer/2002/not20020130p5661.htm
  5. http://www2.uol.com.br/JC/_2002/3101/cc3101_15.htm
  6. http://memoriaglobo.globo.com/programas/entretenimento/novelas/torre-de-babel/ficha-tecnica.htm
  7. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/quemb.asp
  8. http://www.imdb.com/title/tt0149470/?ref_=nm_flmg_act_5
  9. http://www.teledramaturgia.com.br/mulheres-de-areia-1993/
  10. http://www.imdb.com/title/tt0138251/?ref_=nm_flmg_act_8
  11. http://www.teledramaturgia.com.br/rainha-da-sucata/
  12. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/tietan.asp
  13. http://www.teledramaturgia.com.br/fera-radical/
  14. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/selva86n.asp
  15. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/veredan.asp
  16. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/euprometon.asp
  17. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/finaln.asp
  18. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/setimon.asp
  19. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/ciranda81n.asp
  20. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/feijaomarn.asp
  21. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/astron.asp
  22. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/xepan.asp
  23. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/estupidon.asp
  24. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/escaladan.asp
  25. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/homemquedeven.asp

Ligações externas[editar | editar código-fonte]