Ídolos (Rede Record)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pela versão exibida pelo SBT, veja Ídolos (SBT).
Ídolos
Informação geral
Formato Talent show
Duração aprox. 60 minutos
Criador(es) Simon Fuller
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Wanderley Villa Nova
Apresentador(es) Rodrigo Faro (2008-2011)
Marcos Mion (2012)
Elenco Marco Camargo
Supla
Fafá de Belém
Exibição
Emissora de televisão original Rede Record
Transmissão original 2008 - 2012
N.º de temporadas 4
Cronologia
Ídolos (SBT)
Programas relacionados American Idol

Ídolos foi um programa de televisão brasileiro, versão do formato britânico Idols, que consiste em revelar o "novo ídolo musical do Brasil". A estreia ocorreu em 19 de agosto de 2008.[1] Foi apresentado por Marcos Mion, dirigido por Wanderley Villa Nova.[2] Para a edição de 2012 terá como jurados Fafá de Belém, Supla e Marco Camargo.[3]

Rodrigo Faro apresentador desde a terceira edição teve que deixar o programa devido ao seu programa ainda não definido que será diário.[3]

Esta foi a segunda versão brasileira do formato criado por Simon Fuller. A primeira versão foi transmitida pelo SBT contou com duas temporadas, exibidas entre 2006 e 2007.

Jurados[editar | editar código-fonte]

Diferente da versão apresentada pelo SBT, o Ídolos da Rede Record, assim como nas sete primeiras temporadas do American Idol, conta com apenas três jurados. São eles:

Marco Camargo[editar | editar código-fonte]

Marco Camargo é produtor musical e compositor. Já produziu Robinson Monteiro, Tom Cavalcante, e Roberto Carlos, trabalho pelo qual ganhou um de seus dois Grammys de Melhor Produtor. Suas músicas já foram gravadas, entre outros, por Zezé di Camargo e Luciano, Gian e Giovani, Benito de Paula e Alexandre Pires.[2]

Atualmente na direção musical da Record e da gravadora e produtora Captain Music, o paulista Marco Camargo atua na indústria fonográfica desde cedo como compositor e produtor musical. Nos anos 1980 foi cantor lançado pela Promoart, sem êxito. Ainda neste ano, Marco participará como jurado convidado de uma das etapas eliminatórias do Latin American Idol.[4]

Luiza Possi[editar | editar código-fonte]

Luiza Possi é uma cantora e compositora brasileira. Filha da também cantora Zizi Possi e do produtor musical Líber Gadelha.

Rick Bonadio[editar | editar código-fonte]

Rick Bonadio é um produtor musical, compositor brasileiro. criador e diretor das gravadoras Arsenal Music e Midas Music. É conhecido por produzir artistas como Mamonas Assassinas, Charlie Brown Jr., Fresno, NxZero, Tihuana, CPM 22, Rouge, Luiza Possi, Banda Agnela, Pepê e Neném, Titãs , Ira!, Art Popular, Manu Gavassi, In Box e muitos outros.

Ex-Jurados[editar | editar código-fonte]

Paula Lima[editar | editar código-fonte]

Paula Lima, jurada do programa.

Paula Lima é cantora de MPB e música negra. Lançou quatro álbuns em sua carreira: É Isso Aí (2001), Diva Paulista (Europa - 2003), Paula Lima (2003) e Sinceramente (2006). Cantou ao lado de nomes como Jorge Benjor, Dona Ivone Lara, Milton Nascimento, Nando Reis, Luiz Melodia, Arlindo Cruz, Zélia Duncan, Zeca Pagodinho, Seu Jorge, Leci Brandão e Rita Lee.[2]

Luiz Calainho[editar | editar código-fonte]

Luiz André Buono Calainho é empreendedor da área musical. Em sua carreira, iniciada com sua entrada na Sony Music Entertainment, já trabalhou com artistas de sucesso tais como Skank, Cidade Negra, Jota Quest e Planet Hemp. Também foi um dos responsáveis pelo site Sony Music, pelo evento Oi Noites Cariocas e pelo Arroz 2005, em uma ilha em Angra dos Reis

Ídolos 2008[editar | editar código-fonte]

A temporada teve início em 19 de Agosto de 2008.

As audições ocorreram nas capitais de quatro estados de três diferentes regiões brasileiras: Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, Salvador, na Bahia, Rio de Janeiro, no Rio de Janeiro e São Paulo em São Paulo.

As audições de Porto Alegre ocorreram no "Hotel De Ville" em 2 de Maio. Salvador é a segunda cidade a receber as audiências, em 17 de Maio. Em seguida veio Rio de Janeiro - no Sambódromo da Sapucaí, em 24 de maio e São Paulo no Gínásio do Ibirapuera em 31 de Maio. As audições são divididas em fases: na primeira fase o candidato é ouvido por um produtor do programa e um entendido musical; na segunda fase, ele é ouvido pela direção do programa; e os que restam dessa peneira passam pelos jurados do programa. Nessa etapa são aprovados cantores ruins, medianos e bons para equilibrar as emoções que o programa desperta ao longo da fase das audições.

A vitória de Rafael Barreto causou revolta, já que o segundo colocado, Rafael Bernardo, era considerado muito superior. Alega-se que Barreto saiu vencedor graças à sua história de vida, que contava com a perda recente da mãe e um aneurisma cerebral.

Rafael lançou o álbum "Pensando em Você", mas acabou caindo no esquecimento do público e até da emissora, que praticamente não o considera o vencedor.[carece de fontes?]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Data Três Menos Votados
22 de outubro Tiago Mattos Amandí Cortez Lorena Chaves  
29 de outubro Pedrinho Black Rafael Bernardo Lorena Chaves (2)
5 de novembro Amandí Cortez (2) Nanda Garcia Cássia Raquel
12 de novembro Cássia Raquel (2) Rafael Barreto Maria Christina
19 de novembro Lorena Chaves (3) Nanda Garcia (2) Paulo Cremona
  Dois Menos Votados
26 de novembro Nanda Garcia (3) Rafael Bernardo (2)
3 de dezembro Paulo Cremona (2) Maria Christina (2)
  Três Finalistas
10 de dezembro Maria Christina (3)
17 de dezembro Rafael Bernardo (3) Rafael Barreto

Ídolos 2009[editar | editar código-fonte]

A nova temporada estreou no dia 18 de Agosto de 2009, sob a direção de Wanderlei Villa Nova. Os jurados Luiz Calainho, Marco Camargo, e Paula Lima continuaram no julgamento dos candidatos, junto com Rodrigo Faro como apresentador. A temporada contou com Fernanda Abreu e Jon Secada, que completaram a banca dos jurados nas audições do Rio de Janeiro. A temporada é considerada superior à primeira exibida pela emissora, tanto pela qualidade do programa, quanto pelos candidatos.

As audições foram feitas nas seguintes cidades:

Cidade Data Local
Curitiba, PR 25 de abril de 2009 Parque Barigui - Salão dos Atos
Belo Horizonte, MG 3 de maio de 2009 Chevrolet Hall
Fortaleza, CE 14 de maio de 2009 Ginásio Paulo Sarasate
São Paulo, SP 21 de maio de 2009 Sambódromo de São Paulo - Anhembi
Rio de Janeiro, RJ 28, 29, 30 de maio de 2009 Forte de Copacabana (28 e 29/05) e Windsor Hotel (30/05)

A edição desse ano trouxe mudanças, como a chamada Mansão Ídolos, residência que abrigava os doze finalistas. Os finalistas dessa edição foram: Dani Morais, Diego Moraes, Evandro Elias, Héllen Lyu, Júlio César, Marcos Duarte, Marcos Paulo, Priscila Borges, Raquel Soares, Saulo Roston, Taíssa Araújo e Thais Bonizzi.

O programa foi recheado de surpresas, como a eliminação recente de Thais Bonizzi, que contava com uma grande torcida, e a presença e desistência de Marcos Duarte. O candidato era mal visto pelo público e pelos jurados, até que no dia 12 de novembro, quando Priscila Borges, Dani Morais e Diego Moraes, considerados os melhores da noite, foram os três menos votados, Marcos Duarte desistiu do programa alegando problemas psicológicos e físicos.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Data Três Menos Votados
14 de Outubro Evandro Elias Thais Bonizzi Raquel Soares
21 de Outubro Raquel Soares (2) Júlio César Marcos Paulo
28 de Outubro Thais Bonizzi (2) Dani Morais Júlio César (2) ¹
  Quatro Menos Votados
4 de Novembro Júlio César (3) Taíssa Araújo Saulo Roston Marcos Paulo (2) ²
  Três Menos Votados
12 de Novembro Dani Morais (2) Diego Moraes Priscila Borges
Marcos Duarte ³
18 de Novembro Marcos Paulo (3) Priscila Borges (2) Dani Morais (3)
25 de novembro Dani Morais (4) Priscila Borges (3) Héllen Lyu
2 de Dezembro Priscila Borges (4) Diego Moraes (2) Héllen Lyu (2)
  Três Finalistas
9 de Dezembro Héllen Lyu (3)
16 de Dezembro Diego Moraes (3)   Saulo Roston  

¹ Não foram especificados quem era o terceiro e o segundo menos votado, apenas foi declarado que Thais Bonizzi era a eliminada da noite.

² Neste dia tiveram dois eliminados, por isso foram quatro menos votados, e não três como de costume.

Ídolos 2010[editar | editar código-fonte]

A terceira temporada exibida pela Rede Record estreou no dia 10 de junho de 2010. As audições ocorreram em Fortaleza, Florianópolis, Rio de Janeiro e São Paulo. Nesta edição foi realizada pela primeira vez o Top15. Deste modo, 15 candidatos se apresentaram disputando o voto do público, onde os 5 mais votados e 5 escolhidos pelos jurados iam para as finais do programa. No dia 23 de setembro de 2010, Israel Lucero foi anunciado o novo ídolo do Brasil, vencendo Tom Black. Ambos nunca estiveram entre os menos votados na fase final. Israel também é o candidato mais jovem a vencer o programa, assim como de todos os Ídolos mundiais, com 16 anos.

Os candidatos mais populares da edição, Maria Alice, Chay Suede e Nise Palhares foram eliminados seguidamente antes da final, para surpresa do público.

Foi a primeira vez que um cantor representante do sertanejo foi o vencedor do formato no Brasil.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Data Três Menos Votados
5 de Agosto Juliani Fernandes Chay Suede Tamires Santana
12 de Agosto Agnes Jamille Tamires Santana (2) Romero Ribeiro
  Quatro Menos Votados
19 de Agosto Tamires Santana (3) Rodrigo Valentim Maria Alice Nise Palhares
  Três Menos Votados
26 de Agosto Maria Alice (2) Chay Suede (2) Nise Palhares (2)
2 de Setembro Romero Ribeiro (2) Chay Suede (3) Nise Palhares (3)
  Dois Menos Votados
9 de Setembro Chay Suede (4) Nise Palhares (4)
  Três Finalistas
16 de Setembro Nise Palhares (5)
23 de Setembro Tom Black   Israel Lucero  

Ídolos 2011[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Ídolos (6ª temporada)

Ídolos 2012[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Ídolos (7ª temporada)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.