Índice Tiobe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

índice TIOBE da Comunidade de Programação, ou simplesmente Índice TIOBE (do inglês, TIOBE Programming Community Index) é uma lista ordenada de linguagens de programação, classificada pela freqüência de pesquisa em websites na internet usando o nome da linguagem como a palavra-chave,[1][2] com atualização mensal.

O índice usa as estatísticas de buscas no: Google, Google Blogs, MSN, Yahoo!, Wikipedia e, YouTube. A informação mais recente é gratuita, mas as análises e estatísticas de dados ao longo dos anos é paga. Os autores do índice acham que essas informações podem ser valiosas ao aceitar variadas decisões estratégicas. O TIOBE foca em linguagens de programação completas (Turing completa), logo, não fornece informações sobre a popularidade de, por exemplo, SQL ou HTML.

Conforme o TIOBE, este índice não é sobre a melhor linguagem de programação, e não é sobre a linguagem que possui a maior quantidade de linhas de código[3] Entretanto, o site alega que a frequência de buscas pode refletir o número de engenheiros hábeis, cursos e vagas de emprego no mundo todo. Tim Bunce, autor do Perl DBI, foi crítico quanto ao índice e seus métodos de classificação.[4]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Conforme TIOBE, as vinte linguagens de programação mais populares são:[3]

  1. Java
  2. C
  3. Python
  4. C++
  5. C#
  6. Visual Basic .NET
  7. JavaScript
  8. PHP
  9. Swift
  10. PL/SQL
  11. Ruby
  12. Delphi / Object Pascal
  13. Objective-C
  14. Go
  15. Assembly
  16. Visual Basic
  17. R
  18. R
  19. Perl
  20. MATLAB

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Por muitos anos, o TIOBE tem sido alvo de ofensas (flaming). Num caso particular, o decréscimo da popularidade do Perl (enquanto na classificação geral ainda se mantém alto) levantou discussões de que talvez essa linguagem esteja "morrendo",[5] seguido de respostas negativas da comunidade Perl. De maneira parecida, o crescimento do Python tem sido discutido como um sucesso na comunidade Python, apesar do declínio acentuado da popularidade do Python que ocorreu durante 2011 ser estudiosamente ignorado. O fato do Java permanecer no topo tem sido interpretado como um sucesso, mas uma queda ao longo de muitos anos também levantou uma discussão sobre o Java estar morrendo. O TIOBE indica que o C# está crescendo em popularidade conforme tem subido no ranking, e atualmente se encontra na quarta posição. O índice TIOBE não dá uma colocação particularmente alta para o Fortran, Eiffel e outras linguagens notáveis.

O índice TIOBE é sensível à política de classificação das ferramentas de busca em que se baseia. Por exemplo, em abril de 2004 a Google realizou uma ação de limpeza para se livrar de tentativas desleais para promover o ranking de busca. Como consequência, houve uma grande queda para linguagens como Java e C++, mesmo assim permanecendo no topo da tabela. Para evitar tais flutuações, o TIOBE agora utiliza mais ferramentas de busca.

Referências

  1. Sebesta, Robert W (2010). Conceitos de Linguagens de Programação 9ª ed. Porto Alegre: Bookman. p. 22-23. 792 páginas. ISBN 978-85-7780-791-8 
  2. Jackson, Joab (13 de abril de 2010). «Google exec worries over 'rudderless' Java». IT World Canada. Consultado em 7 de agosto de 2011 
  3. a b «The Software Quality Company». TIOBE. Consultado em 29 de janeiro de 2020 
  4. Bunce, Tim (17 de maio de 2009). «TIOBE Index is being gamed». TimBunce.org. Consultado em 8 de agosto de 2011 
  5. «Perl 5 Is Dying at perl.org». Consultado em 8 de janeiro de 2012. Arquivado do original em 18 de fevereiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Sítio oficial (em inglês)