Íris (mitologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Janeiro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Íris
Rainha do Arco-íris
Íris, de Luca Giordano
Morada Monte Olimpo
Símbolo Arco-íris
Casado(a) com Zéfiro
Pais Taumante e Electra
Irmão(s) Arce, Aelo, Celeno e Ocípite
Filho(s) Pothos
Romano equivalente Arcus

Íris, na mitologia grega, era a filha de Taumante e de Electra;[1] [2] Taumante era filho do Mar (Ponto) e da Terra (Gaia),[2] [3] e Electra era uma das oceânides, as filhas de Oceano e Tétis.[4] [5] Íris é casada com Zéfiro. Suas irmãs eram as harpias: Arce, Aelo, Celeno [1] [2] e Ocípite.[1] [2]

Íris era a personificação do arco-íris e mensageira dos deuses. Como o arco-íris para unir a Terra e o céu. Íris é a mensageira dos deuses para os seres humanos; neste contexto ela é frequentemente mencionada na Ilíada, mas jamais na Odisseia, onde Hermes toma seu lugar.

Iconografia[editar | editar código-fonte]

Íris é representada como uma virgem com asas de ouro, que se move com a leveza do vento de um lado para outro do mundo, nas profundezas dos oceanos e no mundo subterrâneo (Hades). Ela é especialmente a mensageira de Hera, e é associada com Hermes. Íris era frequentemente descrita como aia e mensageira pessoal de Hera. Nos vasos gregos, é representada como uma bela jovem com asas douradas, um kerykeion (bastão de mensageiro) e, às vezes, um oinichoe (jarro de vinho). Geralmente aparecia ao lado de Zeus ou de Hera, às vezes servindo néctar do seu jarro. Como copeira dos deuses, Íris é frequentemente indistinguível de Hebe na arte. Para os gregos, que na maioria viviam perto do mar, o arco-íris era mais frequentemente visto cobrindo a distância entre as nuvens e o mar e por isso imaginavam que a deusa reabastecia as nuvens de chuva com água do mar.

Não era uma deusa considerada maléfica, apesar de, nas histórias, ter ajudado Hera junto de Loucura a acabar com a família de Hércules.[6] [7]

Referências

  1. a b c Hesíodo, Teogonia, Os deuses marinhos, 265-269
  2. a b c d Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 1.2.6
  3. Hesíodo, Teogonia, Os deuses marinhos, 233-239
  4. Hesíodo, Teogonia, Os deuses titãs, 346-370
  5. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 1.2.2
  6. Hércules
  7. Comédia instrutiva, Duda Teixeira (2007). O Calcanhar de Aquiles 1 ed. (Brasil: Cultura). p. TODAS. ISBN 8560171029. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Íris (mitologia)


Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.