Íxion

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tântalo, Sísifo e Íxion

Íxion, na mitologia grega, era filho de Perimene e de Flégias, e irmão de Coronis. Era pai de Pirítoo, amigo de Teseu de Atenas. Sabe-se que era rei dos lápitas na Tessália.[1] É considerado o pai dos centauros, fruto da união com Néfele, a nuvem moldada por Zeus, semelhante à Deusa Hera. Depois de blasfemar contra o rei do Olimpo, Íxion foi morto por Zeus e foi mandado para o submundo, onde — por punição — foi amarrado a uma roda e queimado por toda a eternidade.

Referências

  1. Kury 1999, p. 221.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Kury, Mario da Gama (1999). «Íxion». Dicionário da Mitologia Grega e Romana. São Paulo: Zahar