Óleo de amendoim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Óleo de amendoim em embalagem comercializada nos Estados Unidos

O óleo de amendoim é um óleo de origem vegetal, com coloração amarelo pálido e odor suave, obtido a partir da prensagem de sementes de amendoim.

Utilização[editar | editar código-fonte]

O óleo de amendoim é frequentemente utilizado na culinária, porque tem odor e sabor suave e resistência a elevadas temperaturas, sendo portanto ideal para frituras[1].

Assim como outros óleos vegetais, o óleo de amendoim pode ser reciclado e transformado em sabão[2] ou biodiesel[3].

Propriedades[editar | editar código-fonte]

Devido à presença de grandes quantidades de gorduras insaturadas, este óleo é considerado mais saudável que o óleo de soja [4]. Estudos indicam que o uso frequente de óleo de amendoim nas dietas pode auxiliar no aumento do bom colesterol [4][5]. Este óleo apresenta elevados teores de vitaminas D e E e é um óleo de fácil digestão[1], sendo então muito indicado por nutricionistas[6].

Cuidados com seu uso: Embora os tipos de ácidos graxos no Óleo de Amendoim são geralmente benéficos, eles são apenas saudáveis em quantidades moderadas. Lembre-se, eles possuem tecnicamente gorduras e, portanto, são ricos em calorias.

Comercialização[editar | editar código-fonte]

No Brasil, o óleo de amendoim é comercializado em embalagens de PET, contendo 900 ml do produto[6].

Produção Mundial[editar | editar código-fonte]

Produção mundial em 2018, em toneladas por ano
1.  China 1.821.000
2.  Índia 1.540.976
3. Nigéria 364.100
4. Mianmar 252.465
5. Sudão 177.800
6. Senegal 175.900
7. Guiné 110.000
8.  Argentina 102.700
9.  Estados Unidos 97.000
10. Gana 70.218
11. Chade 64.000
12.  Brasil 63.600

Fonte: Oil,Groundnut production by FAO.

Referências

  1. a b Campestre. «Óleo de Amendoim» 
  2. Amendoim e Cia. «Senhor Amendoim» [ligação inativa]
  3. Rachel Steffan. «How to Recycle Peanut Oil». National Geographic. Arquivado do original em 1 de novembro de 2012 
  4. a b «Gordura do Bem» 
  5. «Óleo de amendoim:benefícios». Arquivado do original em 1 de setembro de 2012 
  6. a b Claudio Schapochnik. «Óleo de amendoim retorna ao mercado nacional» [ligação inativa]