Óleo de citronela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Óleo de citronela.

O óleo de citronela é um óleo essencial extraído das folhas e caules de diferentes espécies de Cymbopogon, rico em geraniol, citronelol e citronelal, utilizados na fabricação de velas, cremes e loções.

O óleo de citronela é também um reputado repelente de insetos de origem vegetal, aprovado para este uso nos Estados Unidos desde 1948.[1] A United States Environmental Protection Agency‎ considera o óleo de citronela um biopesticida com um modo de ação não-tóxico.[2] Estudos mostram também que o óleo de citronela possui fortes propriedades antifúngicas[3][4] e que é efetivo em acalmar cães.[5]

Tipos[editar | editar código-fonte]

O óleo de citronela é classificado comercialmente em dois quimiotipos:[6]

Ambos tipos provavelmente têm origem numa outra planta do Sri Lanka, que segundo Finnemore (1962) ocorre atualmente em duas formas selvagens --Cymbopogon nardus var. linnae (typicus) e C. nardus var. confertiflorus.

O óleo de citronela de Cymbopogon não deve ser confundido com outros óleos limonados similares obtidos de Corymbia citriodora e Pelargonium citrosum.

Extração do óleo[editar | editar código-fonte]

Método industrial[editar | editar código-fonte]

O método industrial de extração do óleo essencial da citronela é conhecido como "arraste por vapor".

As folhas são colocadas em um recipiente e passam a receber vapor de água constantemente. Ao passar pelas folhas da citronela, o vapor leva junto o óleo essencial, que é separado da água por condensação.

Extração caseira[editar | editar código-fonte]

A extração caseira do óleo essencial da citronela não é muito simples. Segundo informações da Seção de Plantas Aromáticas do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), pode-se colocar as folhas com um pouco de água num panela de pressão: o vapor que sair de lá também vai conter óleo essencial. O problema é recolher este vapor, para daí extrair o óleo.

Diferencial[editar | editar código-fonte]

Os óleos essenciais da citronela é também solúvel em álcool, sendo liberado se misturarmos as folhas ao álcool. Porém, por existirem outras substâncias na folha também solúveis em álcool, como clorofila e pigmentos, não teríamos o óleo puro como se obtém por meio do vapor d'água.

Referências

  1. «U.S. EPA Citronella Factsheet». Consultado em 20 Julho 2007. 
  2. * EPA citronella reregistration fact sheet
  3. Kazuhiko NAKAHARA*, Najeeb S. ALZOREKY1 , Tadashi YOSHIHASHI, Huong T. T. NGUYEN2 and Gassinee TRAKOONTIVAKORN, "Chemical Composition and Antifungal Activity of Essential Oil from Cymbopogon nardus (Citronella Grass)", Japan International Research Center for Agricultural Sciences (JIRCAS),(Tsukuba, Ibaraki 305–8686, Japan), JARQ - October 2003 - (Vol. 37 No. 4 )
  4. PATTNAIK S., SUBRAMANYAM V. R., KOLE C., 2006, "Antibacterial and antifungal activity of ten essential oils in vitro", Microbios, Vol. 86, No. 349, pp237-246 [1]
  5. Segelken, Roger (1996). «Study: 'Nuisance-barking' dogs respond best to citronella spray collars». Cornell Chronicle. Consultado em 22 de abril de 2009. 
  6. Chang, Yu Shyun, 2007, 8 Map species from Malaysia for ICS, Forest Research Institute Malaysia, Workshop on NFP, 28-29 May 2007, Nanchang, PR China [2]
  7. Lawless, J., The Illustrated Encyclopedia of Essential Oils, 1995, ISBN 1-85230-661-0
  8. Online referenced article, Torres, R.C., Tio, BDJ, Citronella oil industry: challenges and breakthroughs [3]