Órgão (anatomia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o conceito de Órgão em Anatomia. Para outras definições, veja Órgão.
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Em biologia, um órgão (do latim organum, "instrumento, ferramenta", do grego όργανον (órganon), "órgão, instrumento, ferramenta") é um grupo de tecidos que formam uma função específica ou grupo de funções. Usualmente existem tecidos "principais" e "esporádicos". O tecido principal é aquele que é único para um órgão específico. Por exemplo, o tecido principal no coração é o miocárdio, enquanto os esporádicos são os nervos, sangue, tecido conjuntivo, etc.

Em botânica e zoologia - principalmente na anatomia, um órgão é um conjunto de tecidos que evoluíram para executar determinada função vital. Alguns órgãos comuns aos vertebrados são o coração, o cérebro, o estômago, etc. Nas plantas "superiores", os órgãos principais são a raiz, o caule, as folhas, as flores e os frutos.

Um conjunto de órgãos com funções relacionadas chama-se um sistema. Por exemplo, o sistema respiratório dos animais ou o sistema radicular das plantas vasculares.

Órgãos dos animais[editar | editar código-fonte]

Os órgãos dos animais incluem o coração, pulmão, cérebro, olhos, estômago, baço, ossos, pâncreas, rim, fígado, intestinos, pele (o maior órgão), bexiga, e os órgãos sexuais. Os órgãos internos coletivamente são às vezes chamados de "vísceras".

Órgãos das plantas[editar | editar código-fonte]

Os órgãos das plantas podem se dividir em vegetativo e reprodutivo. Os órgãos vegetativos das plantas são raiz, caule e folha, enquanto os reprodutivos são a flor, semente e fruta.

Os órgãos vegetativos são essenciais para manter a vida de uma planta (eles formam as funções vitais, como a fotossíntese), enquanto os reprodutivos são essenciais na reprodução. Mas, se existe reprodução vegetativa assexual, os órgãos vegetativos são aqueles que criam a nova geração de plantas.

Sistemas orgânicos[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Sistema biológico

Um grupo de órgãos relacionados compõe um sistema orgânico. Órgãos possuindo um sistema podem ser relacionados em inúmeras formas, mas funções relacionadas são na maioria comumente usadas. Por exemplo o sistema urinário compreende órgãos que trabalham juntos para produzir, guardar e transportar a urina.

As funções dos sistemas orgânicos muitas vezes compartilham significantes justaposições. Por exemplo, os sistemas nervoso e endócrino operam através de uma partilha de ambos os órgãos, o hipotálamo. Por esta razão, os dois sistemas são combinados e estudados como o sistema neuroendócrino. O mesmo é verdade para o Sistema musculoesquelético, que envolve a relação entre o sistema muscular e o sistema esquelético.

Lista de sistemas de órgãos humanos[editar | editar código-fonte]

São considerados tipicamente como sistemas orgânicos do corpo humano:

Órgãos do corpo humano por região[editar | editar código-fonte]

Cabeça[editar | editar código-fonte]

Costas[editar | editar código-fonte]

Tórax[editar | editar código-fonte]

Abdômen[editar | editar código-fonte]

Pélvis e períneo[editar | editar código-fonte]

Membros inferiores e superiores[editar | editar código-fonte]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Fisiologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.