Óxido de cromo(III)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Óxido de cromo (III))
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Outubro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Óxido de crómio(III)
Alerta sobre risco à saúde
Chromium(III)-oxide-sample.jpg
Outros nomes Sesquióxido de cromo
Crômia
Verde cromo
Identificadores
Número CAS 1308-38-9
Propriedades
Fórmula molecular Cr2O3
Massa molar 151.99 g/mol
Cr=68.43%, O=31.57%
Densidade 5,22 g·cm-3[1]
Ponto de fusão

2435 °C[1]

Ponto de ebulição

~3000 °C[1]

Solubilidade em água praticamente insolúvel[1]
Riscos associados
LD50 >5000 mg·kg-1[2]
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Fluoreto de cromo(III)
Sulfeto de cromo(III)
Nitreto de cromo (CrN)
Outros catiões/cátions Óxido de vanádio(III)
Óxido de manganês(III)
Óxidos de cromio relacionados Óxido de cromo(II)
Óxido de cromo(IV)
Trióxido de cromo (óxido de cromo(VI))
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Óxido de cromo (III) é o composto inorgânico de fórmula Cr2O3. É um dos principais óxidos de cromo, é um precursor largamente utilizado para outros compostos de cromo.

Propriedades[editar | editar código-fonte]

O Óxido de Cromo - Cr2O3 - é usado na fabricação de materiais inoxidáveis como o Aço Inox. Os materiais revestidos de Óxido de Cromo são largamente utilizados em indústrias de dessalinização da água do mar e em estruturas de metal expostas à água salgada, seja esta do mar ou produto de sal utilizado para derreter gelo acumulado nas ruas de países de clima gélido. Esse uso acontece porque os íons do sal - NaCl - dissolvidos em água se dissociam, permitindo a condução de corrente elétrica pelo líquido. Assim, os átomos de Oxigênio existentes no ar entram na água e fazem contato com as partes metálicas da estrutura e, pelo elemento se estabilizar com 8 elétrons em sua camada de valência, e ter apenas 6 em seu estado natural, ele "rouba" elétrons do metal. Processo conhecido como oxidação. Assim, tais materiais são revestidos com uma fina película de Óxido de Cromo a fim de conferir uma maior resistência à corrosão.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Como pigmento[editar | editar código-fonte]

É comumente chamado verde cromo ou verde institucional quando usado como um pigmento; entretanto foi referenciado como viridiana quando foi primeiramente descoberto.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • A. F. Holleman and E. Wiberg "Inorganic Chemistry" Academic Press, 2001, New York.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Registo de Chrom(III)-oxid na Base de Dados de Substâncias GESTIS do IFA.
  2. Catálogo da Merck Óxido de cromo(III) acessado em 19. Januar 2011


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Ícone de esboço Este artigo sobre um composto inorgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.