(42301) 2001 UR163

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
2001 UR163
Número 42301
Data da descoberta 21 de outubro de 2001
Descoberto por Observatório Palomar
Categoria Transnetuniano
Objeto do disco disperso
Elementos orbitais
Semieixo maior 51,419 UA
Perélio 36,905 UA
Afélio 65,934 UA
Excentricidade 0,282
Inclinação 0,8°
Características físicas
Dimensões 636 km
Magnitude absoluta 4,5

(42301) 2001 UR163, também escrito como (42301) 2001 UR163, é um provável planeta anão[1] que reside no disco disperso, uma região do Sistema Solar. A análise da amplitude da curva de luz mostra apenas pequenos desvios, sugerindo que (42301) 2001 UR163 é um esferoide com pequenas manchas no albedo.[2] Ele possui uma magnitude absoluta de 4,5[3] e tem um diâmetro estimado com cerca de 636 km.[4] Em sua página na internet, o astrônomo Mike Brown lista este corpo celeste como um provável planeta anão, mas o diâmetro do objeto nunca foi medido.[5]

Descoberta[editar | editar código-fonte]

(42301) 2001 UR163 foi descoberto no dia 21 de outubro de 2001 pelo Deep Ecliptic Survey[3] (DES) em Kitt Peak.

Órbita[editar | editar código-fonte]

A órbita de (42301) 2001 UR163 tem uma excentricidade de 0,282 e possui um semieixo maior de 51,419 UA. O seu periélio leva o mesmo a 36,905 UA do Sol e seu afélio a uma distância de 65,934 UA.[3]

Ele veio ao periélio em torno de 1937.[6] Em 2006, mudou-se para além de 50 UA de distância do Sol. Hoje é de 51,9 UA do Sol.[7]

Características físicas[editar | editar código-fonte]

(42301) 2001 UR163 tem o mais vermelho índice de cor que qualquer objeto do sistema solar. Em 31 de outubro de 2002, o Telescópio Canadá-França-Havaí com 3,6 metros observou (42301) 2001 UR163 e estabeleceu um recorde de leitura vermelho B−R=2.28. Isso faz com que (42301) 2001 UR163 fosse ainda mais vermelho do que Folo, (119070) 2001 KP77, Sedna, e o cometa C/2001 T4. A vermelhidão do espectro é causada por irradiação cósmica pela radiação ultravioleta e partículas carregadas. A parte mais azul no espectro é causado por colisões expondo o interior do objeto. No espectro visível (42301) 2001 UR163 parece laranjo-castanho, dependendo do seu albedo.

Referências

  1. «Dwarf Planet & Plutoid Headquarters» (em inglês). Portal Uruguayo de Astronomía. Consultado em 12 de maio de 2014. 
  2. «Which are the dwarfs in the Solar System?» (PDF) (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2014. 
  3. a b c «List Of Transneptunian Objects» (em inglês). Minor Planet Center. Consultado em 11 de junho de 2015. 
  4. «List of Known Trans-Neptunian Objects» (em inglês). Johnston's Archive. Consultado em 11 de junho de 2015. 
  5. «How many dwarf planets are there in the outer solar system? (updates daily)» (em inglês). California Institute of Technology. Consultado em 12 de maio de 2014. 
  6. «JPL Small-Body Database Browser: 42301 (2001 UR163)» (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2014. 
  7. «Department of Mathematics, University of Pisa, Italy» (em inglês). Department of Mathematics, University of Pisa, Italy. Consultado em 12 de maio de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]