(Can't Get My) Head Around You

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"(Can't Get My) Head Around You"
Single de The Offspring
do álbum Splinter
Lançamento 2004[1]
Formato(s) CD single[2]
Single promocional[2]
Vinil (7 polegadas)[2]
Gravação 2003
Gênero(s) Punk rock[1][2]
Duração 2:15
Gravadora(s) Columbia Records[2]
Produção Brendan O'Brien
Cronologia de singles de The Offspring
"Hit That"
(2003)
"Spare Me the Details"
(2004)

"(Can't Get My) Head Around You" é um single[3] da banda estadunidense The Offspring, lançado em 2004[1] pela gravadora Columbia Records.[2]

O videoclipe da canção apresenta a banda tocando em um cúpula com luzes fluorescentes, sendo que foram alvejadas seiscentas câmeras no qual a página ofical da banda na Internet chama de "The ultimate performance video" (em português: "A derradeira performance em um vídeo"). Esse é o primeiro videoclipe do grupo que mostra o baterista Atom Willard tocando tambores.[4]

Faixas[3][editar | editar código-fonte]

  1. "(Can't Get My) Head Around You" – 2:15
  2. "Gotta Get Away" (ao vivo) – 3:44
  3. "Come Out and Play" (ao vivo) – 3:12
  4. "The Kids Aren't Alright" (BBC Radio 1) – 4:14

Significado musical[editar | editar código-fonte]

A canção reflete o seu título, na medida em que o narrador é incapaz de descobrir a razão que a situação da canção os põe, como por exemplo no trecho "Every single day what you say makes no sense to me" (em português: "Em todos os dias que você fala, você não me sensibliza"), e em "I'll never really know what's really going on inside you", (em português: "Eu realmente não conseguirei saber o que acontece em seu interior") o narrador isinua a razão de sua insegurança e está "Covering them up like a cut", (em português: "Cobrindo-os como um corte") o narrador então duvida de sua capacidade para revelar o mistério, e a canção também insinua que as inseguranças crecem cada vez mais no trecho "The cut's getting deeper" (em português: "O corte se torna cada vez mais profundo").[4]

Composição sonora[editar | editar código-fonte]

A canção alterna entre ligeiros e pesados tons de distorção na guitarra, que são impulsionados pelos segmentos — no primeiro versículo os tons são mais suaves, enquanto no segundo verso o coral canta mais afoitamente e alto.[4]

Formação[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um single de The Offspring é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.